quinta-feira, 11 de julho de 2013

Apple condenada nos EUA por formação de cartel para aumentar o preço do ebook.

Aumentar Letra Diminuir Letra



A Apple e cinco das seis maiores editoras americanas montaram um esquema que elevava o preço do ebook e forçava os preços determinados por editoras em todo o varejo, o governo norte americano abriu um processo por combinação de preços que é uma prática anticoncorrêncial, as editoras vendo que diante das provas não tinham chances de alegar que não praticaram o ato, resolveram entrar em acordo e aceitar penas e limitações impostas pelo departamento de justiça. A Apple não fez acordo e resolveu levar o processo adiante, perdeu! Juíza Denise Cote os declarou culpados da combinação de preços (em tradução livre):  “ A promotoria mostrou que os membros das editoras conspiraram para acabar com a liberdade no preço de venda ao consumidor e a competição no intuito de elevar os preços dos ebooks,” “e a Apple teve papel central em implementar e executar os planos conspiratórios”.

Resta saber o que os estados e a federação irão exigir da Apple em compensação, ou seja, quanto vai custar à maçã esta violação da livre concorrência.

O que faz a Apple lá em conluio com as editoras não é diferente do que sempre tivemos no mercado livreiro do papel e tentam implantar no digital, só que lá as pessoas tem dinheiro para ler, aqui, nem que se queira o povo pode ler por conta do preço abusivo no livro, gerando mais que um bloqueio à concorrência, mas um efetivo atraso educacional da nação. Toda vida escolar, todo estudo sério, depende de livros, é a base, alunos leitores tem desempenho escolar muitíssimo superior aos não leitores em todas as disciplinas, leitura é fundamental para o estudo seja a área que for, principalmente para o exercício pleno da cidadania. Aqui o governo não só faz vista grossa como é parte do conluio para manter o brasileiro como não leitor ignorante, de maneira hipócrita faz medidas educacionais inócuas e custosas enquanto a base fundamental da educação verdadeira é ferrenhamente boicotada por questões ideológicas, um povo ignorante é mais fácil de ser enganado. E aqui como somos leitores e não temos rabo preso com editoras ou governos podemos ao menos falar a verdade, apontar os culpados, é Dilma e o PT que com todo o poder do executivo boicotam a educação do brasileiro, nosso protesto está nas ruas, livro livre, como manda a constituição! Nada de imposto inconstitucional em ebooks e e-readers, pois assim a livre concorrência equiparará o Brasil ao mundo, é uma piada de mau gosto um país deficiente e depauperado educacionalmente cobrar imposto no e-reader e pagar mais caro que europeus e americanos. Dilma sua leviana, acabe logo com o imposto a ebook e e-reader!

Alex

Nenhum comentário:

Postar um comentário