segunda-feira, 18 de março de 2013

Escritor americano usa tradução computadorizada e insulta inteligência de leitores estrangeiros

Aumentar Letra Diminuir Letra

Alerta aos leitores! Um escritor americano, que atende pelo pseudônimo de "Heath Fox" (ou seja, "Raposa do Matagal"), deu uma de espertinho e traduziu seus livros de suspense e terror para o português (entre as demais línguas da Amazon) usando o computador. Vocês podem imaginar a salada que o texto ficou, não é?

Como leitora e tradutora, entrei em contato com o escritor e fui ignorada. Clique aqui para ler a carta bem educada que eu enviei para ele.

Se tiverem curiosidade, peço para POR FAVOR NÃO COMPRAREM OS LIVROS DELE e darem só uma espiadinha nas sinopses deixadas na Amazon.com.br. Se vocês leem em outra língua, os livros também estão disponíveis em espanhol, italiano, francês e alemão.

Aliás, conversando sobre o assunto com uma tradutora de alemão para o português, ela viu no Amazon.de que o coitado de um leitor comprou um exemplar em alemão e deixou um comentário na página do livro informando o seguinte: "Já na primeira página, o autor faz uma advertência, dizendo que a tradução automática foi feita por computador e, caso o leitor não goste dela, que fique à vontade para ler o original em inglês e fazer a tradução por si mesmo". Isto é ou não é um disparate, uma afronta para com os leitores estrangeiros?

Se você está tão horrorizado quanto eu com esta situação e considera tradução automática uma fraude, dá uma olhadinha nos livros do Sr. Raposa, lendo somente a sinopse (não jogue seu dinheiro no lixo com esses produtos esdrúxulos!) e deixando seus comentários na página da Amazon. Quem sabe a livraria não escuta a nossa indignação e retira de circulação essas traduções mal feitas?

4 comentários:

  1. Apoiado! Devia pelo menos ter um aviso grande antes de comprar!

    ResponderExcluir
  2. Não... isso seria respeitar demais o leitor, né?!

    ResponderExcluir
  3. Eu acho importante lembrar uma questão que pouca gente conhece: a Amazon permite que o leitor peça reembolso de um ebook em até 30 dias após a compra. Como você mencionou, ao identificar que o ebook foi traduzido por computador, o leitor deveria ter pedido reembolso imediatamente.
    Eu já pedi reembolso por compra por engano uma vez e fui reembolsada sem problemas, através de estorno no cartão de crédito.
    Além do reembolso, o leitor tem que fazer um comentário negativo, para alertar outros leitores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ótima dica, Cris! É preciso mesmo fazer isso para ver se eles compreendem o problema...

      Excluir