quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Qual a sua livraria online?

Aumentar Letra Diminuir Letra

Ao longo de 2012, uma série de posts no blog EbookBR analisou as experiências de compra em diferentes livrarias online na época pré gigantes estrangeiras, ou seja, antes da abertura da amazon.com.br, da parceria Kobo-Cultura, da iBookstore e do Google Play. Será que a chegada desses big players provocou mudanças significativas no desempenho e esforços dos que já estavam navegando em nossas calmas águas de leitores pouco acostumados ao e-book?
Retornando ao site das livrarias avaliadas (Buqui, Livros Ilimitados, IBA, Travessa) e repassando todas as outras que já utilizei em algum momento, fiz novos testes para os aspectos anteriormente avaliados e relato aqui as impressões atualizadas sobre diversidade do catálogo, facilidade da compra, qualidade do e-book, preço e formas de interação com o cliente. As análises são apresentadas pelo nome da livraria em ordem alfabética.
Amazon - Não fiz compras na Amazon.com.br porque não quis migrar minha conta, mas o funcionamento geral da loja U.S. e as pesquisas ao site brasileiro me permitem analisar razoavelmente os principais aspectos que interessam aqui.
  • Catálogo (em 01/02/13): são cerca de 16,9 mil títulos em língua portuguesa na loja BR disponibiliza (soma dos títulos em cada categoria, mas é preciso considerar que alguns títulos podem aparecer na pesquisa em mais de uma categoria... coisas ligadas a metadados dos e-books).
  • Facilidade de compra: Perfeito, além de ser fácil e rápido no site, quem tem kindle pode comprar direto via aparelho mediante prévio cadastro do cartão de crédito. A loja BR aceita diversos cartões de crédito, mas quem comprar somente na loja U.S. ou outras lojas estrangeiras já sabe que precisa de um cartão de crédito internacional e que incide o I.O.F sobre suas compras.
  • DRM - sim (dos mais chatos de se retirar, aliás)
  • Qualidade do e-book - varia bastante conforme a editora; os independentes costumam ser capengas quando produzidos por sistema de conversão de um arquivo de texto.
  • Preço - além de um número razoável de títulos bons gratuitos, recentemente a Amazon tem anunciado, via newsletter semanal, a oferta de títulos a menos de R$10,00, frisando que há títulos de autores conhecidos e grandes editoras no rol das ofertas.
Buqui- o aspecto geral do site não foi alterado em relação à primeira avaliação, sequer houve atualização no FAQ sobre ebooks para incluir e-readers que já estão mais "na boca do povo".
  • Catálogo (em 25/01/13): 10.461 livros distribuídos em diversas categorias. Em fevereiro de 2012 não lembro se havia essa opção de consultar na pesquisa "todo o catálogo". Se havia foi falha minha em não verificar o número total de títulos disponível na época, se não havia, foi uma boa melhoria - ao menos para quem avalia a quantidade de títulos ofertados.
  • Facilidade de compra: Bom e rápido, mas aceita apenas cartões de crédito, sem opção de boleto ou pag seguro.
  • DRM - sim
  • Qualidade do e-book - bem formatado e não apresentou qualquer erro de visualização mesmo após conversão para leitura no Kindle.
  • Preço - Igualzinho ao praticado na Amazon.com.br e na Livraria Cultura (só que na cultura os clientes + cultura levam vantagem). Vale sinalizar, porém, que o e-book comprado (A dança do universo, de Marcelo Gleiser) custou ridículos R$1,5 a menos que a versão impressa - comprei o digital porque era mais prático e posso começar a leitura imediatamente, mas soa quase ofensivo. Esclareça-se, porém, que isso deve ser atribuído à editora, e não à livraria online.

Cultura - Depois da parceria com a Kobo o processo de compra piorou no site da cultura, por absurdo que isso pareça. Funcionalidades antes disponíveis (como a compra de um e-book como presente) sumiram. Ponto positivo é a inserção clara de uma política de troca.
  • Catálogo (em 01/02/13): o mecanismo de pesquisa que nunca foi muito bom, segue na mesma, então, não foi possível avaliar o número total de títulos disponíveis, nem mesmo filtrando uma determinada seção.
  • Facilidade de compra: O processo de compra é rápido, aceita cartões de crédito e boleto, porém, além da opção "comprar como presente" não estar mais funcionando, agora o aplicativo kobo de leitura é requisito para fazer download da compra (mas há formas de contornar o problema, como explico aqui), o que é péssimo.
  • DRM - sim
  • Qualidade do e-book - todos os e-books que já comprei na Cultura eram de editoras grandes e a qualidade visual muito boa
  • Preço - Aqui um ponto bem positivo para a cultura. Embora o acordo da Amazon com as editoras exija que nenhum outro lugar tenha preços menores para um determinado título, o contrato deve ter algum furo, pois há situações em que o programa + cultura consegue fazer com que o valor fique um pouquinho menor que o da Amazon para os clientes que participam do programa de pontuação da livraria. 

Gato Sabido - Concentrada na venda de e-books e games, a loja Gato Sabido tem uma ferramenta boa para quem tem memória fotográfica , o "filtrar por cor da capa" - não tinha visto esse recurso ainda em outras lojas online. Também se pode filtrar os e-books por categoria de desconto (que podem chegar a 30%).
  • Catálogo (em 01/02/13): 11.094 títulos.
  • Facilidade de compra: Bom e rápido, aceita cartões de crédito e boleto. Oferece, em tese, a opção de comprar o e-bok como presente para alguém, mas ao menos no meu navegador o botão não funcionou.
  • DRM - sim (por dedução)
  • Qualidade do e-book -  bem formatado e não apresentou qualquer erro de visualização mesmo após conversão para leitura no Kindle.
  • Preço - Periodicamente Gato Sabido envia newsletters a seus clientes com ofertas de e-books, no twitter costumavam (tenho andado ausente por lá) anunciar o e-book do dia com descontos atraentes, mas nunca livros de grandes editoras ou títulos mais de autores mais conhecidos.
Google Play - talvez por não ser uma loja somente de livros (seu foco são os games e filmes, além dos livros digitais), ou porque era a única que eu não tinha experiência prévia, mas estranhei um pouco a navegação e os critérios de agrupamento dos títulos.
  • Catálogo (em 01/02/13): não consegui filtrar os títulos em português para avaliar a oferta, mas na categoria literatura nacional constam menos de 50 obras.
  • Facilidade de compra: no IE 8 simplesmente não funcionou.
  • DRM - não avaliado
  • Qualidade do e-book -  não avaliado.
  • Preço - não avaliado.
IBA - Se você usa iOS no seu computador, esqueça essa alternativa. Como já sinalizado na primeira avaliação, essa livraria obriga o usuário a usar os seus aplicativos para fazer o download do ebook comprado e não disponibiliza aplicativo para esse sistema operacioanl (somente para o iPad).  Com, isso, não refiz teste algum, somente reavaliei o conteúo do site.
  • Catálogo (em 01/02/13): o mecanismo de pesquisa mudou (para pior: não há mais filtro por editora, por exemplo, como antes), então não foi possível avaliar o número total de títulos disponível, mas usando o termo "ePub" na pesquisa em ebooks, há o retorno de 7.900 ocorrências.
  • Facilidade de compra: Bom e rápido, aceita cartões de crédito e boleto. Oferece, em tese, a opção de comprar o e-bok como presente para alguém, mas ao menos no meu navegador o botão não funcionou.
  • DRM - sim (por dedução)
  • Qualidade do e-book - não avaliada
  • Preço - varia de R$0,00 a R$96,00, mas o banner no site anuncia a prática de desconto de 90% para um título - não sei se é oferta do dia, semana ou similar, mas trata-se de uma publicação do próprio grupo Abril, que não vi à venda em versão digital em nenhum outro site). Comparando títulos à venda em outras lojas o preço está absolutamente igual.

iBookstore - Se você usa não usa iOS ou não possui os devices da Apple (iPhone e iPad), precisa ficar atento ao comprar nessa livraria, pois alguns dos títulos só rodam, por exemplo, no iPad.
  • Catálogo (em 01/02/13): verificar.
  • Facilidade de compra: provavelmente o melhor de todos, rápido intuitivo e eficiente, mas só para quem tem conta no iTunes e um cartão de crédito internacional.
  • DRM
  • Qualidade do e-book - todos os títulos que baixei (há muitos gratuitos) tem ótima aparência
  • Preço - dificilmente você encontrará algum título mais barato que qualquer outra loja, ao contrário. E ainda tem o I.O.F pela compra em moeda estrangeira.


Kobo Books - Se você se empolgou com um dos modelos que está à venda na Cultura, saiba que pode comprar diretamente na loja Kobo Books e isso o desobriga de baixar o aplicativo kobo no site da cultura, ou seja, você pode continuar usando (ou começar a usar) o seu Adobe Digital Editions. Com a vantagem de que o "enviar como presente" funciona!
  • Catálogo (em 01/02/13): 15.319 títulos em português, sendo mais de 4 mil gratuitos (domínio público e independentes).
  • Facilidade de compra: Bom e rápido, precisa cadastrar previamente cartão de crédito (mas não precisa ser internacional).  A opção de comprar o e-bok como presente  funciona bem, apenas exige que o(a) presenteado(a) também se cadastre no site.
  • DRM - há títulos sem DRM, mas os de editoras em geral são protegidos.
  • Qualidade do e-book - boa.
  • Preço - há muitos títulos independentes com preços ótimos, os demais apresentam os mesmos valores dos concorrentes (Amazon, Google Play e etc).
Livros Ilimitados - não se trata de uma livraria online como as demais, pois vende apenas os títulos produzidos por ela mesma (como prestação de serviços a autores independentes). Apesar das respostas atenciosas que deram à avaliação publicada em março de 2012, nenhum dos problemas indicados parece ter sido corrigido. ; inclusive a postura de negação em relação à existência de e-readers no tutorial que orienta somente possuidores de tablets sobre a leitura de e-books. Ok, talvez os possuidores de e-readers sejam considerados como conhecedores do assunto a priori.  O "alerta" sobre compra de livro digital foi adotado também nessa livraria.
  • Catálogo (em 01/02/13): menos de 100 títulos, todos lançados pela Livros Ilimitados.
  • Facilidade de compra: considero péssima toda livraria online que condiciona o download à instalação de seu aplicativo exclusivo.
  • DRM - sim Qualidade do e-book - não avaliado
  • Preço - preços variam de R$14,00 a R$30,00
Saraiva - Provavelmente seja a livraria online de que mais ouvi reclamações, especialmente em relação ao aplicativo (que é obrigatório para que se faça o download do e-book comprado). A página da saraiva dedicada aos e-books dá grande destaque aos tablets e anuncia ofertas com preços realmente baixos.
  • Catálogo (em 04/02/13): o mecanismo de pesquisa não permite avaliar todo o acervo, mas ao filtrar a categoria Literatura Nacional temos o improvável resultado de 187.611 itens (????).
  • Facilidade de compra: Não repeti os testes porque me nego a usar o aplicativo da loja para efetuar o download - já tive grandes dores de cabeça com o mesmo. De qualquer modo, há diversas formas de pagamento - cartões de crédito, débito, boleto, pag seguro.  Oferece, em tese, a opção de comprar o e-bok como presente para alguém, mas ao menos no meu navegador o botão não funcionou.
  • DRM - sim
  • Qualidade do e-book - não avaliada
  • Preço - sem grandes surpresas, valores padrão (iguais aos da Amazon, Kobo e Cultura) e algumas ofertas de títulos menos conhecidos.
Travessa
- nada se alterou na estrutura do site desde a primeira avaliação; inclusive a postura de negação em relação à existência de e-readers no tutorial que orienta somente possuidores de tablets sobre a leitura de e-books. Ok, talvez os possuidores de e-readers sejam considerados como conhecedores do assunto a priori.  O "alerta" sobre compra de livro digital foi adotado também nessa livraria.
  • Catálogo (em 01/02/13): não foi possível avaliar, pois  mecanismo de pesquisa é por ISBN, editora ou nome do autor e só informa o número de resultados encontrados para cada busca, ou seja, não há como pesquisar todos os e-books para saber quantos títulos estão disponíveis na loja.
  • Facilidade de compra: Bom e rápido, aceita cartões de crédito e boleto. Oferece, em tese, a opção de comprar o e-bok como presente para alguém, mas ao menos no meu navegador o botão não funcionou.
  • DRM - sim
  • Qualidade do e-book - testar
  • Preço - Igualzinho ao praticado na Amazon.com.br (caro, aliás); na Livraria Cultura o título não estava disponível (A CONFISSÃO DA LEOA, de Mia Couto). Também nesse caso a diferença de preço em relação à versão impressa é quase inexistente, aliás, há sites onde o impresso custa quase dois reais a menos.



originalmente postado em www.mauremkayna.com



5 comentários:

  1. eu continuo comprando na cultura desde o inicio, essa junção com a kobo foi ruim apenas pelo fato de eles tentarem te obrigar a baixar o programa da kobo, coisa que não é necessária pq vc pode comprar na cultura e ir no site da kobo e pegar o livro direto lá pelo IDE

    ResponderExcluir
  2. Gabriel, como eu consigo pegar o livro direto por lá, pelo site da Kobo?

    ResponderExcluir
  3. Unknown é só ir no site http://www.kobobooks.com/ logar com o login da cultura, ir em minha biblioteca e pegar o livro direto pelo ade sem precisar do programa tosco da kobo

    ResponderExcluir
  4. Obrigada Gabriel!
    Pelo Explorer ele não estava logando, por outro navegador apareceu. Obrigada!

    ResponderExcluir