terça-feira, 27 de novembro de 2012

Kobo Chegou: Oficial

Aumentar Letra Diminuir Letra

Hoje a Livraria Cultura lançou oficialmente o site de vendas do Kobo e por sinal está bem informativo. A data nas lojas será dia 5 de Dezembro.

A Kobo produz 3 modelos com tela e-Ink: Kobo Touch, Kobo Glow e Kobomini. Mas por enquanto só poderemos contar com o primeiro modelo.

Eu tenho usado esse e-reader desde Janeiro deste ano, e as ultimas atualizações trouxeram na interface ótimas melhorias, dentre as quais menu em português. E o modelo vendido pela Cultura trará essa versão.

Falando em venda, quem apostou em R$399,00 acertou. Caro? A primeira vista sim, mas contando que eu paguei no meu,  com imposto canadense e dolar a R$2,20 (incluindo IOF), R$300,00, acho um preço razoável, principalmente por que terá parcelamento em 5 vezes (R$79,80 a parcela).

Poderá baixar  e deve como a aprovação do PL 4534/12. Mas já fico feliz que tenhamos mais acesso.

Segue o video demostrativo em português:




31 comentários:

  1. Será que virá com o Dicionário em Português? Estou esperando o KoboGlo. Por enquanto, fico com o meu Nook.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mesmo que não venha com dicionário (acho que vem) o software te permite adicionar dicionários (e fontes)

      Excluir
  2. Olha, não está caríssimo, mas acho caro sim. deveria custar R$300,00 - lá fora esse modelo é de 2011, atualmente defasado, sendo vendido por U$99,99. E o Glo (tb tou de olho nele), que é modelo 2012, com luz e, o que é mais importante até, uns 40% a mais de resolução, vão querer vender a o que, 500? 600? novamente a saber, á fora é vendido a U$ 140.

    Esse preço de R$ 400 está, a meu ver, meio caro. Pessoal, se acha tablet 7 polegadas por aí (fracos, eu sei) a 450-500. pro público comum, a diferença custo-benefício é enorme, mais que compensa a diferença. O E-reader é preto e branco, internet é precária, não passa vídeo, não toca música, não serve pra jogos, mesmo pra revistas e pdf's, 6 polegadas não é o ideal, meio pequeno, etc. ele serve pra leitores, e somos poucos no Brasil. Por isso que entendo que deviam custar R$300,00. E a Cultura ainda lucraria na venda, até parece que eles compram da Kobo pelo mesmo preço do consumidor, pra depois revender aqui.

    Digamos que o Kobo Glo saia a R$500-600. Gente, se acha sem grandes problemas por aí o tablet de 7 polegadas da Samsung, o LÍDER do segmento aqui no Brasil, por R$ 700-800, percebem? O consumidor comum, desavisado, vai preferir o tablet. e R$ 400,00 é meio alto pra que se torne um presente comum por aí, imaginem o cara pensando em comprar um presente pro pai ou pra avó, pro filho que gosta de ler, etc. Quem tem 400 na agulha pra comprar o Touch pode perfeitamente dar um "presente melhor" por, R$ 100,00 a mais? pode.

    Leitor brasileiro sofre. Infelizmente, vou esperar o lançamento do Kobo Glo. Mas vou esperar mesmo a chegada da Amazon, que foca (ao menos até agora, lá fora) em preço competitivo. Pra mim, a Cultura, com esse valor, está dando um tiro no pé. Infelizmente.

    PS: eu pessoalmente não vejo com tão bons olhos a PL 4534/12. o texto é meio confuso, brechas grandes pra problemas, e está sendo enrolada, praticamente postergada, na gaveta quase, pelos nossos políticos, cuja semana de trabalho vai de terça a quinta. Lembram dos incentivos aos tablets, que iriam abaixar de preço em até 30%, blá, blá, blá. Alguém viu por aí? Eu não vi. E anunciaram a redução numa ENTREVISTA COLETIVA, pelo Ministro Mercadante, não sei se pela pasta da Educação ou da Tecnologia (perdão, eles mudam de área como eu troco de roupa, é difícil se manter atualizado). Essa PL que ninguém da grande imprensa comenta, sem visibilidade? Não espero muito, fazer o quê?

    Não é só o leitor brasileiro, é o brasileiro quem sofre.

    ResponderExcluir
  3. Silvio... a Amazon vai chegar e colocar ordem nessa bagunça. Quando eles vierem, não se importarão de cortarem suas margens e até terem prejuízo para ganhar o mercado. Tanto com o ereader quanto com o Fire. A guerra só vai começar pra valer quando a Amazon chegar de vez.

    ResponderExcluir
  4. Eu falei que a cultura ia dar um tiro no pé. Por esse preço eu prefiro importar um kindle no ebay, que sai bem mais barato. Parece que eles não aprenderam mesmo com a experiência fracassada do alfa.

    ResponderExcluir
  5. Mesmo que a Amazon nem chegue com tanta sede assim ao pote (a ponto de um pontual prejuízo inicial) ficou fácil oferecer o Kindle mais barato, isso ficou. e, na boa, eu até prefiro a Kobo, mas o Kindle é, vamos dizer, o "Ipad" dos e-readers, em termo de propaganda, qualidade física, estabilidade de sistema, pra não falar da Amazon querendo emplacar, né?

    Pois é, Edilton, eu também cantei essa bola aqui num comentário algum tempo atrás e infelizmente estava certo... aguardemos a Amazon.

    ResponderExcluir
  6. Também achei caro, parece que a Cultura não aprendeu a lição com o Alfa. Esse preço não é nada atrativo, principalmente para o público que compara tablets com e-readers, sendo leitores 'eventuais'. Além dos 'xing-ling' e OEMs nacionais, tem até Samsung (de 5", mas tolerável para leitura) a cerca de 400 reais no varejo...

    Se não baixar, vai encalhar... :(

    E a esse preço, não vou comprar de presente nem...

    ResponderExcluir
  7. Também achei caro, vale a pena importar no ebay mesmo com a taxa sai mais barato, ou comprar um kindle 4 novo no ML que esta 370 e é bem melhor do que o kobo, já tive um kobo além da falta do dicionário inglês português, a virada da página é mais lenta do que o kindle. Ainda sou mais Amazon.

    ResponderExcluir
  8. Mais um boato que está rolando é que o Kindle chegaria em dezembro por 550 oÕ. Seria um absurdo se isso acontecesse de verdade. Espero que venha pelo menos com preços competitivos.

    ResponderExcluir
  9. Mas vale a pena trocar a estante por um reader?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa Cristiano, antigamente nunca pensei que isto iria acontecer, mas depois do meu primeiro kindle, nunca mais comprei livros físicos só e-books. É maravilhoso ler num e-Ereader.

      Excluir
    2. Eu continuei comprando livros de papel... Só que já me acostumei a não carregar peso, passo os livros de papel no scanner e jogo no kindle (aliás, tô escaneando agora mesmo!)

      Excluir
  10. Alguém ai sabe se com esse kobo consigo ler meus documentos/livros em pdf e mobi que estao no meu pc?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pdf: sim, usando zoom bastante, mas sim
      Mobi: tb acho que sim (nesse modelo acho que ainda era suportado, no Kobo Glo, não mais)

      Excluir
  11. Vc sabe por quanto virá os outro leitores, pois estou enteressada no com tela luminosa para ler em qualquer lugar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ninguém sabe, pops, mas numa visão realista de como o empresariado daqui age, chuto com alguma confiança (infelizmente) o Kobo Mini a R$500 (talvez surpreendam e ponham por 300, mas esse modelo não é iluminado e tela de 5 polegadas é pequeno demais pra e-reader, na minha opinião)

      O Kobo Glo, que é o que te interessa, imagino que lançem por 600, argumentando que tem iluminação, o processador é melhor, a tela tem bem mais resolução (1024x768) - esse último é o mais importante, especialmente pra quem gosta de fonte pequena na leitura e pretende ler nele também pdf's e quadrinhos. Novamente pode ser que surpreendam e lançem por 500, mas ainda é caro, lá fora o modelo custa o equivalente a uns R$ 270.

      Mas tudo depende do comportamento da Amazon quando abrir por aqui. Conforme o Edilton disse, rola um boato de que o Kindle (qual?) virá por R$ 550,00 - já acho difícil depois desse preço do Kobo Touch, até por causa da parceria da Kobo com a Cultura, marca forte daqui. A Amazon, nova no mercado, vai querer no mínimo competir, o momento inicial de estabelecimento é muito importante.

      A Kobo/Cultura diz que não, mas a Amazon pode mudar tudo, eu recomendo aguardar pra ver como ficam as coisas, ao menos até ela abrir

      Excluir
  12. o Kobo Touch é o mais versátil dos e-readers aceita vários formatos inclusive o mobi.
    O pdf como todo e-reader é sofrível, mas funciona.

    Com a nova atualização a virada do Kobo ficou bem rápida. E o dicionário inglês-português agora é baixavel.

    ResponderExcluir
  13. Na minha opinião, o eReader tá caro!!! Os livros tão muito mais caro ainda!!! E o lucro, pra variar está igual os das montadoras de carro que vêm pro Brasil, ou seja, maior que no próprio pais de origem!!!

    Acho que todo mundo acha que os brasileiros são um bando de trouxas que aceitam pagar qualquer coisa por qualquer lixo que chegue aqui como novidade!!

    Eu tenho um Kindle keyboard R$450 no mercadolivre (quase aposentado) e um ONIXBOOK M92 $330 Euros comprado em viagem.

    Vantagens do ONIBOOK M92
    * tela de 9,7 polegadas (tamanho do iPad)
    * sistema LINUX totalmente desbloqueado
    * possibilidade de adicionar qualquer dicionário stardict (eu uso o houaiss e o aurélio)
    * vem com 4Gb de mem interna e entrada SD para mais 32Gb
    * tela touch com caneta, permite escrever com razoável qualidade, substituindo o caderno
    * excelente aplicativo para leitura de PDFs, permitindo anotar, sublinha, marcar e pesquisar palavras do documento
    * excelente leitor de ePUB
    * Lê com boa qualidade e velocidade arquivos JPG, DOC, DOCX, XLS, XLSX, CBR (comix), TXT, HTML, MOBI (amazon), mp3, WAV e outros

    além de tudo isso!!
    * forum de desenvolvimento muito ativo (site mobileread)
    * você não fica refém, nem colabora com essas multinacionais que só querem FU#$@% os brasileiros
    * site de vendas online que entrega no Brasil (ereader-store.de)

    Atualmente uso ele para estudar, principalmente arquivos em PDF.
    Só não se engane, eReader não é tablet, se você quer ficar navegando na net e jogando e usando conteúdo multimidia compre um tablet, EREADER é para LEITURA, nesse uso muito superior a qualquer outro aparelho atual.

    PS. Não tenho relação nenhuma com a marca!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ewerton,
      Quanto vc pagou no onibook?
      No caso de comprar pelo site, você sabe dizer qual a tributação?
      Mais uma pergunta, como é a resolução da tela e o contraste em relação ao kindle? Também tenho um k. keyboard e já o comparei a outros e-readers (iriver e positivo) e ele é muuuuuito superior! Eu gostaria de ter outro ereader, mas depois dessa comparação, fico receosa de não gostar da tela.

      Excluir
    2. Oi,
      vou responder por partes, igual ao amigo Jack, qualquer dúvida é só falar!

      1 quanto vc pagou?
      paguei 364,89 € (online) pra entregar em portugal enquanto estava na europa.

      2 No caso de comprar pelo site, você sabe dizer qual a tributação?
      Comprei, pra um amigo aqui, o preço baixou um pouco, agora tá 299 €+ 23 frete pela DHL (NÃO RECOMENDO A DHL PRA NADA) eu entrei em contato por email com o pessoal do site, eles já venderam vários aqui pro brasil e você tem que pedir pra não mandar por DHL, mas sim por correio normal. Pelo correio normal talvez não pague nada de imposto, já por DHL é 100% sempre paga!!
      TRIBUTAÇÂO POR DHL
      PRODUTO +60% IMPORTAÇÃO + 25% ICMS + R$60 Taxa de serviço (% sobre o valor total)

      TRIBUTAÇÃO CORREIOS
      PRODUTO +60% IMPORTAÇÃO (só se for tributado!)
      Ao entrar em contato tem que pedir pra declarar a invoice sem o nome da loja, enviar como particular e, se possível, baixar o valor declarado!

      3 como é a resolução da tela e o contraste em relação ao kindle?
      Com relação ao contraste é igual ao kindle, pra mim excelente!!!
      Resolução kindle 6" 800 x 600 OnixBook M92 9.7 1200 x 825, procura no youtube que tem vários vídeos de reviews!

      Se você costuma ler muito e estudar usando material em PDF, esse é o modelo ideal, o kindle é lixo perto dele. você escreve com a caneta, marca texto e estuda lendo a página completa sem ficar mexendo no zoom.
      O preço não é barato, mas vale a pena, sempre que vou estudar não uso mais livro impresso ou notebook, apenas meu caderno para fazer anotações enquanto leio.
      PS.Todos os eReaders de tela grande são caros!!!

      Excluir
    3. putz, meu sonho era um e-reader de 8 polegadas

      Excluir
  14. Juliø Battaglia · Programador de Computadores na empresa Enger Engenharia
    A meu ver é ainda um preço de venda a consumidor caro. Deveria estar em torno de R$ 300,00. Se foi pago IOF, impostos de importação, taxas de envio, eu considero o preço de venda caro. O preço dos e-books é cerca de 70% ou 80%.

    Alem de comprar o e-reader tem que comprar estes livros e-books caros!! Deveria estar no patamar de R$ 300,00. Haverá uma demanda boa, mas não excepcional. É um ótimo aparelho, conheço algumas pessoas que o tem e fiz diversos testes e comparações com o e-reader da Positivo, que foi lançado a 2 anos.

    Sejamos prudentes, não sejamos apressados em comprar e devemos aguardar por outros modelos para uma redução de preço.

    Compre o aparelho se REALMENTE precisar de um.

    ResponderExcluir
  15. Já não sei como proceder. Quando soube que a Kobo viria para o Brasil, fiquei MUITO feliz. Pareceu-me a grande oportunidade para, finalmente, comprar o tão desejado e-reader. Vida de vestibulando menor de idade é difícil, e não tenho a possibilidade de importar um Kindle, por exemplo. Claro, sempre há a opção do Mercado Livre, mas péssimas experiências me deixam receosa. Como eu disse, apostei todas as minhas fichas na Kobo.

    E o preço me decepcionou. Muito. Mas não foi surpreendente. A Cultura vendia (vende?) o iRiver por R$700,00 (se eu estiver errada, digam), enquanto a QC Store, por exemplo, vende o mesmo aparelho por mais ou menos R$ 380,00 (a propósito, vale a pena?).

    Ter um e-reader, para mim, não é imprescindível (não se pode sentir falta de algo que nunca se teve), mas tenho certeza de que faria grande diferença na hora de estudar. Além da questão do valor, raramente encontro reviews que elogiem o Kobo. Se isso é "bias" de defensores ferrenhos da Amazon, não sei dizer. Quem aí tem um Kobo? Opiniões?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Virginia, o Kobo é bom, mas gosto mais do kindle por causa que os e-books da Amazon são bem mais baratos do que os das livrarias brasileiras, pago em bons e-books por 4 dólares ou até menos, já no Brasil varia de 19 a 40 reais e por causa do dicionário inglês-português que ajuda na leitura, mas como o Emanuel disse agora tem para o Kobo. Se vc comprar o Kobo vc vai amar e mudará toda a visão de leitura, sempre fui apaixonada por livros físicos, mas depois do e-reader agora só e-book. Com certeza para estudo se for só texto ajudará muito, já gráfico eu acho que o e-ink não é ideal.
      Tem um texto do Izzy que fala do e-reader e tem o vídeo mostrando o aparelho vale a pena assistir:
      http://hbdia.com/tech-toys/kobo-touch-e-a-vida-com-o-ereader/

      Tem dos vídeos em português do kobo
      https://www.youtube.com/watch?v=gr9olDCa2DE

      e

      https://www.youtube.com/watch?v=ngKeipHmt_A

      Assista são bem interessantes, espero que vc possa ter um e-reader logo, logo, é maravilhoso.

      Excluir
  16. Não sei se alguém já perguntou aqui, mas os livros que serão lidos nos aparelhos Kobo no Brasil só são aqueles vendidos pela Cultura? Escritores independentes também podem lançar livros para os leitores terem acesso pelo Kobo? Gostaria de saber sobre isso, se alguém tiver informações. 'Brigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafa,

      Entre no Kobo Writing Life, se tiver uma conta bancária americana vai conseguir terminar o cadastro e vender na Kobo, mesmo para os aparelhos comercializados no Brasil. A auto-publicação da Kobo ainda não está disponível para brasileiros no Brasil.

      Abraço,
      Alex

      Excluir
  17. ATENÇÃO O APLICATIVO KOBO PARA ANDROID TEVE ALTERAÇÃO E FOI INCLUÍDO KOBO LIVRARIA CULTURA NO ÍCONE

    E TAMBÉM JÁ VENDENDO EBOOKS BRASILEIROS DA LIVRARIA CULTURA NO PRÓPRIO APLICATIVO, PREÇOS SALGADOS EM TORNO DE 20 A 30 REAIS

    E AGORA TEM DICIONÁRIO PORTUGUÊS PARA O APLICATIVO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, do aplicativo teve uma coisa que gostei bastante, essa do dicionário, pq na verdade, tem alguns dicionários disponíveis, é só clicar no icone do "I" à esquerda, tem inglês, espanhol, etc. muito bem implementado, os widgets estão melhores tb, inclusive acho o melhor app de leitura de Epub do Market (peca por não suportar PDF e pela estante ser meio feia, mas a experiência de leitura é ótima).

      Quanto aos preços, há de se esperar pra ver como o mercado se comporta quando a Amazon abrir.

      Excluir