domingo, 19 de agosto de 2012

iBooks Author II - o retorno

Aumentar Letra Diminuir Letra

Lembram que iniciei o relato de minha experiência com o iBooks Author nesse post aqui? Não!? Eu quase havia esquecido, de tanto que minha paciência fraquejou desde abril.

Então, recapitulando: depois que recebi a benção para o download do iTunes Producer, voltei ao botão publicar do iBooks Author para finalmente enviar o modesto e-book de um continho só para disponibilizá-lo gratuitamente na iBook Store.

Cumpridos os trâmites normais (cadastro de metadados do e-book e empacotamento dos arquivos que o compõem - imagens, vídeo e o próprio texto) no próprio iBooks Author, fiz o upload. O arquivo então entra na fila para avaliação pela equipe de controle de qualidade da Apple. O retorno costuma demorar, mas sempre vem e o primeiro me fez duvidar da minha capacidade de compreender textos curtos em inglês. Entre outras mensagens de erro que envolviam diferenças na visualização dos títulos de capítulo no módulo paisagem e retrato, veio a mensagem da qual quis duvidar: "Not sufficient in length - Books must be of sufficient length or functionality. We encourage you to review your book concept and evaluate whether you can incorporate additional functionality, content, or both to enhance the user experience."(Livros devem ter suficiente tamanho ou funcionalidade. Nós encorajamos você a revisar o conceito de seu livro e avaliar como poderia incorporar funcionalidade, conteúdo, ou ambos, para aumentar a experiência do usuário.)

Ah, tá.

Antes de rir desdenhosa e irritada, pensei que não deveria subestimar a capacidade de análise da dona maçã pois, se uma das vantagens de um e-book é justamente que ele não precisa se limitar por tamanho - por reduzido ou extenso, como a Apple poderia estar barrando o produto (gratuito) por ele não ser suficientemente grande!? Bem, toda divulgação do iBooks Author foi em cima de livros didáticos e das vantagens de se poder incluir com facilidade imagens e vídeos. Muito bem, vamos exercitar, retruquei comigo mesma.

Fiz várias revisões no arquivo para eliminar os erros de formatação e também para inserir as tais funcionalidades (inseri um videozinho ridículo - eu de pijama falando do conto, e adicionei verbetes ao glossário). Mas um conto é um texto curto e, portanto, se o e-book tem apenas um texto curto... bem, pelos critérios da Apple jamais terá tamanho suficiente.

Confesso que cheguei a me sentir tentada a "encher linguiça"para ver se simplesmente aumentar o número de páginas tornaria possível disponibilizar o e-book na iBookstore, mas achei um desaforo.

Bom, para não dizer que o produto desse esforço todo foi zero, consideremos que este post possa levantar alguma discussão sobre como podem ser as relações de um autor independente frente ao modelo de negócios da Apple.

Mas nem tudo são trevas, os arquivos produzidos, desde que não sejam vendidos, podem ser utilizados à vontade. A versão atual do programa permite a exportação para o formato PDF, então coloquei no dropbox a versão em PDF  e no formato  iBooks (para quem tem iPad) de modo que possam conferir o aspecto visual do trabalho, já aviso que o formato para iPad é pesado.

E, para fechar com chave de ouro e iniciar a discussão, reproduzo a seguir (abstraiam o meu inglês lamentável, por piedade) as últimas trocas de e-mail com o suporte da Apple.

Depois de cansar das correções e envios de novos arquivos, preenchi o formulário de feedback com o texto que segue:

I felt very happy when the iBooksAuthor was announced. I though that could be a great solution for writers to manage their own e-books. I'm a writer that produces short tales. E-books are a good way to distribute single books with only one tale, for example. But I've received the rejection message from iTunes Connect saying that my book is not sufficient in length. I would like to understand the criteria used in this case.

(Fiquei muito feliz quando houve o anúncio do iBooksAuthor. Pensei que poderia ser uma grande solução para escritores manejarem seus próprios livros. Sou escritora de contos. E-books são uma boa alternativa para distribuir livros "single", com um único conto, por exemplo. Mas eu recebi do iTunnes Connect uma mensagem rejeitado meu e-book alegando que ele não tem tamanho suficiente. Gostaria de entender o critério utillizado nesse caso)

O primeiro retorno, em 02/08, foi protocolar, prometendo retorno em 3 dias úteis e agradecendo a opinião. Em 06/08 recebi a gracinha de retorno abaixo.


(Olá Maurem Kayna Alves
Obrigada pelo seu contato com o suporte de Publicação iBookstore. 
Livros devem ter suficiente tamanho ou funcionalidade. Nós encorajamos você a revisar o conceito de seu livro e avaliar como poderia incorporar funcionalidade, conteúdo, ou ambos, para aumentar a experiência do usuário.
Respeitosamente,
Kimberly
Suporte de Publicação da iBookstore)



Então, respondi: "Dear Kimberly, this answer is a kind of joke??

Did somebody read my comments?
A book do not need length… books must have good content. This book is a single. There is a lot of e-books wit only one tale. Why not in iBookstore?
Thank you!
"  (Cara Kimberly, essa resposta é algum tipo de brincadeira? Alguém leu meu comentário? Um livro não precisa tamanho.... livros devem ter bom conteúdo. Esse livro é um single. Há muitos e-books com um único conto. Por que não na iBookstore?


A resposta da Kimberly foi um pouco menos automática, mas não satisfatória:


Obrigada pelo seu retorno. Nós o repassaremos para a equipe adequada. 
Anunciamos novos documentos e destaques sobre iBookstore em nossas newsletters para parceiros. Também provemos especificações para confecção de novos tipos de conteúdo. Newsletters são enviadas aos parceirospor email, 
Para seu ebook ser disponibilizado na iBookstorem as alterações relativas a tamanho e funcionalidade deverão ser feitas. 
Respeitosamente, 
Kimberly
Suporte de Publicação iBookstore

Sou teimosa, já comentei? Segui no papo e em seguida a kimberly respondeu:





Estórias curtas não são proibidas na iBookstore. Novamente, por favor, note que todos os títulos devem ter tamanho sufciente e funcionalidade e nós encorajamos você a incorporar esses aspectos, juntamente com conteúdo para aumentar a experiência do cliente. 

______________
"Olá Kimberly, Eu gostaria de saber se é proibido distribuir livros single com contos na iBookstore. E se é, por que?
Obrigada! Atenciosamente. "



Quase cansada do assunto, segui: "Kimberly, I would like to know what kind of funcionality could be more interesting for a reader than a good text itself. When I decide to buy an e-book I just want to read a good history, I´m not looking for pictures, movies or external links. Literature usualy do not need enhance the customer experience, because the customer is a reader. A reader wants to read! Sorry if I'm beeing inconvinient and sorry for my poor vocabulary in english, but this issue is being discussed here in Brazil and we do not understood the criteria you are using in this case. Thank you, very much!"
(Kimberly, eu gostaria de saber que tipo de funcionalidade pode ser mais interessante para um leitor do que um bom texto. Quando decido comprar um e-book, eu só quero ler uma boa história. Eu não estou procurando por figuras, vídeos ou links externos. Literatura usualmente não precisa aumentar a experiência do cliente, porque o cliente é um leitor. Um leitor quer ler! Desculpem se estou sendo inconveniente e desculpem pelo meu pobre vocabulário em inglês, mas esse assunto tem sido discutido aqui no Brasil e não entendemos o criterio que está sendo utilizado neste caso. Muito obrigada!")

Então, a Kimberly passou a bola para outra pessoa do suporte:



Olá MK
Obrigada por contactar o suporte de publicação da iBookstore. 
Infelizmente não podemos fazer esse título disponível na iBookstore até que o ticket# 1281813 seja atendido. Para informações sobre como distribuir seu livro fora da iBookstore, veja iBooksAuthor: Publicação e Distribuição FAQ.

Respeitosamente, 

Lacey
Suporte de Publicação da iBookstore"



Depois disso tive ainda uma resposta taxativa de que se não respondesse aos requisitos faltantes o e-book não poderia ser disponibilizado na iBookstore e pronto. E resolvi largar de mão o tal fantástico e super easy to use iBookstore.

3 comentários:

  1. Cara Maurem, nosso amigo Steve Jobs era budista, no entanto, a fábrica da Apple na China é campeã mundial em numéro de suicídios. Será que é porque os funcionários da empresa não conseguem suportar as normas, condições e protocolos, absurdos e sem sentido?

    ResponderExcluir
  2. Incrível, de progressista, de moderno e avant-garde a apple só tem propaganda, é bom para ver como eles ainda são capengas e atrasados, com o mesmo pensamento que afundou o machintosh. Coitados dos seus consumidores, e para piorar ainda participaram da combinação de preços com as grandes editoras em detrimento do consumidor. Esta troca de mails é no mínimo bizzarra.

    Alex

    ResponderExcluir
  3. Fiquei abismado e "mais" abestalhado ainda com tal diálogo.
    Pra mim foi (seria) altamente 'indigesto'.

    Por um lado mostrou o quanto você é paciente e persistente, o que por si só é algo admirável. (muitos, como eu, já teriam 'chutado o balde'...).

    Por outro, tal interatividade virtual pra lá de irritante, por parte deles é claro, deixa bem claro o quanto são 'tacanhos'.

    O que ameniza a coisa é sabermos que 'eles' são apenas mais um entre tantos.
    E, crescendo...

    Não são "a porta", a "única porta", Graças Deus! Mas, apenas uma 'janela'.
    Não deu?, mandemo-los "às favas", pra não dizer coisa mais 'ardida e atual', poxa!

    Mas, foi bom sabermos um pouco mais 'o que eles são de verdade'!

    ResponderExcluir