quinta-feira, 12 de abril de 2012

Escritores na Berlinda

Aumentar Letra Diminuir Letra



Se vocês seguem o blog, viram que fizemos uma tentativa de editar uma coleção de contos; o intuito era usar da visibilidade do blog para dar vitrine para bons novos escritores ainda desconhecidos do grande público e aproveitar todas as vantagens da publicação no meio digital. Nesta experiência vestimos a pele do editor; antes de iniciarmos o projeto, houve um intenso debate entre os colaboradores, pois temos gosto muito diverso, assim, estabelecemos que se um ou vários colaboradores quisessem editar contos que outros não achavam bons, publicariam deixando explícito de quem foi a curadoria, preservando assim a individualidade.

Aproveitando das particularidades do meio digital, não estabelecemos limite de tamanho, e se um bom conto não encontrasse logo par para formar um conjunto, seria publicado independente. Nem ao menos oferecemos uma data limite de submissão, pois podemos receber material a qualquer tempo e publicar à medida que recebermos, mas há aí um senão: só publicaríamos o que acreditamos ter mérito para tanto, se não recebêssemos material com qualidade, nada publicaríamos. Como somos diferentes e com gostos diversos, foi difícil estabelecer um critério, mas chegamos a um, muito simples: o que é digno de ser publicado seria um conto que nos fizesse querer dividi-lo com amigos, como fazemos com um bom livro que lemos e gostamos.

Infelizmente não houve dilemas entre nós, de todo material que recebemos, nenhum atingiu o mínimo necessário para ser publicado. Ninguém aqui é editor em tempo integral, todos temos nossos afazeres, nossa falta de tempo nos impede de fazer trabalho de copydesk e também de oferecer uma leitura crítica aos autores que submeteram contos, o que seria importante para os autores melhorarem seus textos. Mas a simples leitura de todos os textos já é mais trabalho do que podemos acomodar com conforto em nossas rotinas, sem que nossa própria leitura sofra. Não foi fácil ler tudo, mas o que recebemos foi lido e discutido em grupo, e apesar de muitos quererem dar um “feedback” mais crítico aos autores, o trabalho seria insano, comprometendo nossas atividades diárias.

A principal referência do autor é sua própria bagagem literária, comparando-se com os escritores já consagrados podem ter uma excelente medida de como andam suas habilidades lingüísticas. Escrever não é um dom mágico, para escrever bem começa-se escrevendo mal e vai aprimorando, e para isto a crítica é fundamental. É necessário leitura, muita leitura, treino e superação, é um processo de aprendizado.

Como nos é impossível oferecer ajuda crítica individual a escritores aspirantes, ficamos pensando como isto poderia ser feito, beneficiando mais pessoas sem onerar nossas atividades diárias. Acreditamos que o ebook, junto com o e-reader é uma ferramenta poderosa para beneficiar novos escritores e leitores, dando visibilidade a novos bons escritores e ao mesmo tempo oferecendo maior diversidade e qualidade para o leitor.

Dentro desta filosofia iniciamos no próximo podcast uma sessão chamada “Escritores na Berlinda”, onde um texto receberá uma leitura crítica pública de modo a beneficiar outros escritores além do próprio autor. Aconselho aos nossos seguidores que quiserem entender o debate, que leiam o texto antes de ouvir a discussão no podcast, para iniciar colocamos os nossos colaboradores “Na Berlinda”, quem quiser participar pode submeter textos de próprio punho ao endereço: readercast@ebookbr.com . Ao participar do programa o autor receberá uma leitura crítica pública do seu texto que poderá beneficiar outros escritores. Esperamos que esta iniciativa ajude a nutrir novos autores, assim crescer e ter nível para ser publicado.

Vale lembrar que nosso canal para novos escritores está sempre aberto. Nossa proposta é a publicação digital de qualidade, como podem ver na lojinha, o mail para submissão de propostas de publicação é: selecaoebook@ebookbr.com .

Alex

3 comentários:

  1. gostei da ideia, anseio para ver como será a aplicação.

    ResponderExcluir
  2. Vocês tão se achando, né!!!!! Porque o mais sábio seria publicar e deixar o gosto dos que acompanham o seu blog serem os juris decisor de o melhor conto, além de gerar um maior contato com este blog, que ainda não é tão conhecido!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mel Barbosa,

      Não tem como publicar tudo e deixar o público ler, pois ninguém vai ler tudo. É o que ocorre com todos os sites que fazem isso, ninguém tem paciência de navegar no meio das porcarias para achar algo que presta. Por isto existe o trabalho editorial, o editor lê tudo, se eu não gosto de um editor não leio o que publica, mas se gosto tenho grandes chances de encontrar material do meu gosto, pois ele deu-se ao trabalho de selecionar. Hoje na internet isto é cada vez mais crítico, além disso, as votações populares não mostram quem tem o melhor material, mas sim quem tem mais amigos, que votam independente de qualquer avaliação. Quando um editor publica ou indica um livro está colocando sua reputação na reta por aquele autor, e não o fará de forma leviana, se tiver qualquer reputação que o valha.

      Alex

      Excluir