sexta-feira, 6 de abril de 2012

Comissão Europeia investiga Apple e editoras em caso de fixação de preço de livros eletrônicos

Aumentar Letra Diminuir Letra

A Comissão Europeia está investigando se a Apple e editoras de livros eletrônicos entraram em acordo para fixar preços a fim de bloquear concorrentes, como a Amazon, e prejudicar os leitores. Dentre as editoras investigadas estão Hachette Livre, Harper Collins, Simon & Schuster, Penguin e Macmillan.

Diferentemente do modelo da Amazon, que permite que os revendedores cobrem o que bem entendem pelos produtos vendidos no site, a Apple teria firmado um acordo para determinar o preço que deve ser cobrado por livros eletrônicos na iBookStore.

Os reguladores europeus avisaram os envolvidos que pretende mover um processo e fontes afirmam que as editoras já iniciaram negociações para resolver o caso fora dos tribunais. "A possibilidade de solução de controvérsia sem intervenção jurídica só existe se as editoras estiverem prontas para resolver todos os problemas que apontamos", explica Joaquin Almunia, comissário europeu de Concorrência.

Mais informações na matéria [em inglês] publicada pelo Huffington Post.

Nenhum comentário:

Postar um comentário