segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Review Teclast K6 - Uma ótima opção para PDF!

Aumentar Letra Diminuir Letra

Eis o fim da epopéia iniciada aqui que continuou aqui e acaba neste review.
No vídeo abaixo eu analiso o Teclast K6 e tento mostrar todos os seus recursos e limitações.
Avisem se faltou alguma coisa.
O vídeo é grande, mas tentem ver ao menos a parte em que mostro a leitura de arquivos PDF.




Especificações técnicas:


ProcessadorIngenic 360MHz
Memória4GB
ExpansãoSD Card
Plug de Áudio3.5mm
Tecnologia da TelaE Ink®
Tamanho da Tela6.0 inches
Resolução800 x 600
Tons de Cinza16 níveis
WiFiNão
USBSim
BluetoothNão
TouchscreenNão
TecladoSemi Qwerty
Sistema OperacionalLinux
Formatos SuportadosTXT, EPUB, FB2, HTM, PDB, PDF (DOC?) (TTS Suportado em: PDB, SKT, TXT, EPUB, FB2, HTML )
Suporte à ImagensJPG, BMP
Suporte à ÁudioMP3, WMA, APE, FLAC, AAC
Adaptador ACSim
Bateria2000mAh Lithium Polymer Battery
Autonomia 40 horas
Auto-FalanteEstéreo
Outros RecursosRotação de Tela, Firmware Atualizavel, Gravador (até 277 horas), Equalizador Sonoro
IdiomasInglês, Chinês
Dimensões176.4 x 127.5 x 10.5 mm
Inclui no PacoteTeclast TL-K6, Carregador AC, Fones de Ouvido, Cabo USB, Capa, Flanela, Manual

13 comentários:

  1. Ótimo review.

    Você chegou a testar com pdf e epub protegidos ?

    ResponderExcluir
  2. Não tem nenhum mecanismo para trabalhar com DRM

    ResponderExcluir
  3. Análise muito boa. Só uma sugestão: para ajudar o nosso já tão combalido idioma português, em vez de "review", por que não usar o termo "análise"?
    Acho que vale a pena valorizarmos o nosso idioma. Falo isso sem fanatismo e sem nacionalismo. Simplesmente porque temos substituto para o termo.
    Quanto ao vídeo e à análise do dispositivo, ficaram muito bons. Me parece que o pdf nele funciona bem. O que já é positivo. Por outro lado, achei as funções do aparelho bem limitadas. Acho que faltou, no mínimo, conexão wifi e compatibilidade com o formato mobi.
    Eu consegui resolver alguns problemas de limitação do Kindle, como a compatibilidade com epub e melhor apresentação de pdf, instalando o Duokan. Venho acompanhando a evolução desse sistema e percebo que ele melhorou muito. Atualmente, é o meu sistema preferido no Kindle. Não custa nada lembrar, o Duokan pode ser utilizado junto com o sistema oficial do Kindle.
    No início deste mês, o Duokan, desenvolvido por programadores da China, passou por uma mudança mais consistente. Antes dessa mudança, havia duas versões do sistema: um Duokan mais enxuto e um Duokan mais completo.
    Com a mudança deste início de mês, o sistema foi unificado e agora possui uma versão única denominada Duokan 2012.
    Essa versão é compatível com epub mobi, pdf, txt, jpg e mp3.
    Nessa versão é possível incluir novas fontes e fazer cortes nas bordas do pdf ou usar o corte automático. Além disso, é possível abrir um pdf em modo texto. Essa opção funciona muito bem com arquivos que não possuem gráficos, como a maioria dos livros de literatura.
    Não existe problema de caracteres, como acontecia nas primeiras versões do sistema.
    Para mim, o alinhamento do texto no Duokan está melhor do que no sistema oficial do Kindle.
    Eu também uso dicionário em português (Houais e Aurélio). Aqui, o Duokan peca um pouco, já que mostra a palavra no meio de códigos de html. Mas é possível ver o significado correto do que se busca.
    Como já venho acompanhando o sistema desde o início, acabei fazendo uma tradução do inglês e espanhol. Tive que contextualizar a tradução. Mas acho dá para qualquer um acessar as informações com entendimento do que se faz.
    Acho que seria interessante o blog fazer uma análise em vídeo do novo Duokan. Ele é um sistema gratuito e expande muito as funcionalidades do Kindle.
    Quem ganha com isso somos nós.
    Abs
    Carlos

    ResponderExcluir
  4. Programas eu usei o termo review porque é padrão para análise de dispositivos de tecnologia como esse, mas fiz questão de colocar a palavra análise no corpo do texto para deixar claro.
    Quanto à análise de vídeo do Duokan eu tenho que ter tempo e coragem de por ele aqui no meu Kindle, mas porque você não faz o vídeo que a gente posta aqui?
    Talvez você também goste de saber que além do Duokan existe o Openinkport http://www.hardware.com.br/artigos/openinkpot/ que também é um sistema operacional alternativo, não só para o kindle como para vários dispositivos.
    Uma pergunta o modo texto do PDF é semelhante ao recurso do Teklast?
    Rafael, desisti de vender, decidi deixar ele como segundo reader da casa já que o Kindle eu não largo nunca, mas se você quiser eu te ajuda a comprar um no TaoBao.

    ResponderExcluir
  5. Boa análise. Produto horroroso. Na minha opinião pessoal, é claro.

    ResponderExcluir
  6. Ereader sem suporte ao Adobe DRM torna-se inútil para leitura "legal" aqui no Brasil (exceto que o leitor se contente com livros de domínio público, o que eu duvido muito).

    ResponderExcluir
  7. Ótimo review Paulo. No fim das "contas", por quanto ficou o TLK6? Você o recomenda para qual tipo de usuário?

    Carlos (Programas para Linux), faça um tutorial (vídeo, se possível!) detalhado de como instalar o Duokan no kindle e poste aquí!
    Outra coisa, você sabe resolver o problema da falta de wifi no kindle dx?
    Abraço

    ResponderExcluir
  8. Felipe Ficou por R$180,00 como citei no vídeo de Unboxing

    ResponderExcluir
  9. Paulo, Felipe,
    posso fazer, sim, um vídeo sobre o Duokan. Assim que eu retornar para São Paulo, pois estou "feriando" em Minas.

    Felipe, quanto ao wifi do kindle dx realmente não tenho uma solução. Uso o kindle com wifi e 3g e nunca tive esse tipo de problema.
    A minha sugestão é que vc dê um "Reset to Factory Defaults" nele.
    Para fazer isso: na tela principal do seu kindle, aperta a tecla Menu, depois vai em Settings (vc será levado para a página de configurações). Aperte novamente a tecla Menu e, em seguida, escolha a opção Reset to Factory Default".
    Com isso, o aparelho será reiniciado com as configurações padrão de fábrica.
    Veja se dá certo aí.

    abs
    Carlos

    ResponderExcluir
  10. Paulo, ficou muito barato mesmo! Mas agora que comprei meu kdx, vou esperar um pouco mais para comprar um com tecnologia triton. Mas é bom saber que é possível compra-los via Tao Bao.

    Carlos, o caso do wifi no kdx é mais sério do que parece. Pelo que li até agora, acredito que ele não venha com possibilidade de fazer conexão via wifi. Na tela de settings nem tem a possibilidade de gerenciamento das redes, só aparece a opção de ligar ou desligar a whispernet (não se é assim que se escreve). No manual também não fala nada. Mas penso que ele tenha a placa física em seu hardware. Por isso estou esperançoso com o Duokan e a possibilidade de gerenciar melhor a rede wifi/3g do kdx.

    ResponderExcluir
  11. Felipe,

    O Kindle DX não tem Wifi, ele é baseado nos modelos da segunda geração apenas com 3G.

    ResponderExcluir