quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Campanha pela Popularização dos Livros Digitais

Aumentar Letra Diminuir Letra

Pensando na situação atual do mercado de livros e leitores digitais no Brasil resolvemos criar esta campanha, que visa popularizar os ebooks e ereaders.

Porque livro digital?
Porque é uma ótima forma de distribuir conteúdo. Novos autores podem publicar com custos muito menores que um processo impresso. Editoras podem ampliar sua base de leitores. Existem várias oportunidades que se abrem com o livro digital. Para os leitores, especialmente, os ebooks significam preços menores, fim das edições esgotadas, livros acessíveis a qualquer momento, leitura em qualquer lugar, com qualquer aparelho.
São mais confortáveis para ler ebooks. São leves, podem carregar muitos livros, têm uma bateria duradoura. O leitor pode ajustar o tamanho da fonte conforme a necessidade. Usam uma tecnologia de tinta eletrônica, que não cansa os olhos em uma leitura prolongada. E estão cada vez mais baratos e acessíveis.

Quais os objetivos da campanha?
1 - Esclarecer a população em geral sobre as possibilidades da leitura digital. Muitas pessoas ainda ignoram os benefícios dos ebooks e ereaders. Queremos mudar isso. Quanto mais pessoas conhecerem as vantagens e lerem ebooks, mais ebooks serão oferecidos no mercado, com preços melhores.
2 - Conseguir mais opções de livros digitais com qualidade, incentivando editoras e autores a disponibilizar seus livros em formato digital - mostrar a eles que os leitores querem, sim, ler no formato digital!
3 - Melhorar a qualidade dos serviços existentes hoje. Garantir que editoras e livrarias recebam o feedback valioso de quem lê livros digitais.
Como você pode ajudar a alcançar estes objetivos?
- Participe ds nossa fã page no Facebook. Não sabe como ler um livro digital? Achou um ebook mal feito, uma livraria que atendeu mal? Tem uma ideia bacana para melhorar os ebooks? Compartilhe suas ideias! Outros leitores e profissionais da área estarão observando e poderão ajudar a melhorar o livro digital no Brasil. Conte aos seus amigos as vantagens dos ebooks. Ajude amigos autores a publicar em formato digital. Peça para a editora publicar mais livros digitais!
- Cole o selo da campanha em seu blog:
Para colar basta copiar o código abaixo e usar na sua página:
<div class="separator" style="clear: both; text-align: center;"><a href=http://www.ebookbr.com/2011/12/campanha-pela-popularizacao-dos-livros.html" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;"><img  src="http://2.bp.blogspot.com/-kw4wwg0JDGE/TuhUfMZYYmI/AAAAAAAAAfo/GF8URK9XZQk/s320/selo+ebooks.png" width="200" /></a></div>
- Publique este post em seu blog
- Tweet sobre a campanha usando a tag #euapoioebook
- Se você conhece algum editor ou autor, nos apresente a ele.
- Siga os sites Kindle Blog Brasil e Revolução Ebook para ficar por dentro das novidades sobre livros digitais

29 comentários:

  1. Tenho uma seria preocupaçao sobre e-readers.Aos poucos muitos conhecidos vao comprando seus kindles ou outros leitores.So vejo gente baixando livros da internet e passando para outros.
    Grandes editoras e escritores famosos ate podem nao sofre tanto,mas os menores?

    ResponderExcluir
  2. A resposta para isso chama-se preço. Basta colocarem um preço adequado aos livros digitais que o leitor brasileiro passara a compra-lo, e nao deixa-lo com um preço vergonhoso de alguns centavos mais barato que a edição fisica, que e muito mais caro para eles. a prova de que isso existe: amazon.

    ResponderExcluir
  3. Na minha opinião, o maior problema para ler-se ebooks é a violência. Não tenho coragem de sair com um tablet no trem ou no ônibus, nas ruas de S.Paulo. Para os final de semana, para ler em casa, sem dúvida é extremamente prático, porém para ir e voltar do trabalho, o livro físico ainda é mais seguro. O "bandido" é burro D+ para perceber os tesouros que carregamos nas mãos...

    ResponderExcluir
  4. Que coisinha dificil fazer o cadastro deste forum. E obrigatorio colocar o nome de quem indicou o forum, mas nao aceitou o nome Kindle Blog Brasil. Deletei, mas dai pediu a senha novamente. Digitada a senha novamente, a nova msg de erro indicava que o clique para aceitar as regras foi desmarcado. Feito isso, recebi a msg que o nome da indicacao (em branco) era invalida. Teclar num tablet nao e tao simples como num pc ou note...

    ResponderExcluir
  5. André,

    Os tablets são bem chamativo, os e-readers, nem tanto.

    Costumo andar com meu kindle branco para todo lugar: fila banco, supermercado, consultas, ônibus, parada, etc.

    É durante a viagem de ônibus que o leitor digital mostra para que veio, pois mesmo não conseguindo um lugar para sentar, continuo lendo sem muitas dificuldade. Desafio quem consiga passar uma página de um volume de 500 páginas, em pé, segurando a barra de apoio com uma mão e o livro na outra. Com o e-reader isso é realidade.

    O inconveniente é perder a parada.

    ResponderExcluir
  6. Emanuel - já fiz isso.
    Guerra dos Tronos, edição "papel". Lendo de pé nos mais diversos locais - e é coisa para profissionais. Crianças, não tentem isso em casa.

    ResponderExcluir
  7. Raul obrigado pelo relato vou passar essa informação pra quem está mexendo com a programação do fórum pra ver se ele resolve isso.

    ResponderExcluir
  8. Corrigido o problema de cadastro o fórum ainda não está 100% mas estamos trabalhando.

    ResponderExcluir
  9. andré eu moro em são paulo, pego bus, metrô na boa com o kindle a mais de 1 ano e nunca tive problemas, é mais dificil achar um lugar pra sentar e ler na hora do rush do que alguem levar ele...

    ResponderExcluir
  10. Eu vou mandar fazer uns adesivos com a marca da campanha. Ficou muito bonito.

    ResponderExcluir
  11. Ótima iniciativa, se o e-reader fosse mais barato eu teria coragem de andar pelas ruas de São Paulo, por enquanto leio apenas em "lugares mais seguros", não quero correr o risco de ficar sem meu companheiro de leitura.

    ResponderExcluir
  12. A ideia dos adesivos é ótima, Emanuel!

    ResponderExcluir
  13. Adesivos fisicos, Emanuel? Tambem poderia ser feito aqueles adesinhos que se coloca em fotos de perfis de redes sociais.

    ResponderExcluir
  14. Emanuel, se for fazer uns adesivos, não se esqueça de colocar abaixo : "KBB apóia esta campanha - http://kindle.blog.br"

    Merchandising ... :)

    ResponderExcluir
  15. O nome do blog ficaria legal na tela do e-reader como na foto do perfil no Facebook...

    ResponderExcluir
  16. A campanha é interessante, mas acho que ela precisa se posicionar de uma maneira mais clara, porque o caso não é apenas ler livro digital, mas ler livro digital ORIGINAL.

    Do jeito que está, um site que hospeda livros piratas pode ostentar numa boa aquele selo, declarando com toda a sinceridade "Eu leio livro digital".

    Acho que é muito mais uma questão de "QUERO LIVRO DIGITAL MAIS BARATO E ORIGINAL", porque aí você chama a atenção para a existência do livro digital e também "avisa ao mercado" (como quer a campanha) que você está disposto a comprar, mas quer pagar um preço mais justo.

    ResponderExcluir
  17. Eu concordo com o Tom, é interessante enfatizar os livros originais, e lembrar que, de graça, há ótimos livros de domínio público (sem falar nos textos disponibilizados pelos próprios autores).

    Acho interessante enfatizar a vantagem dos e-readers, mas também divulgar que o tablet é um equipamento razoável para a leitura (mesmo não sendo o mais adequado). E que há aplicativos melhores para torná-la mais agradável (Stanza no iOS, Aldiko no Android: ambos superiores aos nativos dos fabricantes e livrarias).

    ResponderExcluir
  18. Uma coisa que me ocorreu é, por exemplo, o meu caso.
    Participo do blog aqui, amo a ideia de livros digitais mas não os leio, por não ter um leitor de e-books.
    No momento, ainda são caros para mim, então fico sem lê-los.
    Quero apoiar, mas seria mentir dizer que "leio" livros digitais...
    Mas enfim, fica a reflexão.

    ResponderExcluir
  19. Bom Tom não acho que o nosso foco deva ser em ser ou não original, por hora queremos apenas fazer com que mais pessoas conheçam os aparelhos e os benefícios, a questão da pirataria merece atenção especial e um estudo próprio, mas acredito que seja vencida por bons serviços e bons preços, então estamos dispostos a ajudar qualquer editora que tenha dúvidas no sentido, mas volto a dizer que combater a pirataria é perda de tempo, você precisa é agregar valor para o leitor honesto.

    Paulo sem dúvida os tablets são uma opção mas pessoalmente acho que eles dão uma péssima experiência de leitura.

    May esta frase é simbólica né mesmo quem não tem o costume de ler pode usar também

    ResponderExcluir
  20. Caros amigos do Blog,
    É claro que temos muito a ganhar com o aumento de leitura em nosso meio, vejo muitos falando em pirataria e que devemos ler livros originais e tal, mas quantos de nós ja não compramos o livro fisico após começar a ler no not ou kindle eu ja o fiz...
    Bem eu quero chegar a seguinte reflexão, é importante ler e influenciar livros digitais a entrar em nosso cotidiano. Chega de hipocrisia!!!!

    ResponderExcluir
  21. Eu estou com uma dúvida.

    Vi num site de uma livraria virtual a oferta de um e-book em dois formatos (à escolha do cliente): e-pub e PDF. Notei que o preço era inclusive o mesmo, ou seja, era somente uma questão de escolha de quem estava comprando o livro. Mas a dúvida é: a livraria deveria estar comercializando o formato PDF, ainda mais no mesmo valor do e-pub, sendo que esse formato é tão ruim? Com PDF não dá pra aumentar a fonte, não tem sumário, não tem como passar os capítulos... ou eu estou errada? Existe PDF com todos esses recursos?

    ResponderExcluir
  22. Loja, ainda temos muitos e-books apenas em PDF o que é ruim, mas é uma opção das editoras, pra quem lê no ipad, existem alguns bons aplicativos para leitura de pdf, mas é bom lembrarmos que estamos em um período de transição do meio impresso para o digital, então vai demorar aina para termos os livros em um formato adequado.

    ResponderExcluir
  23. Gostei da campanha, já foi para o blog!
    Beijos

    ResponderExcluir
  24. Já estou divulgando no stephenking.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal Edilton, parabéns pelo seu blog é muito legal e obrigado por apoiar a campanha.

      Excluir
  25. Parabéns pela iniciativa da campanha. Divulgando no caiobov.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Caio, aos poucos chegamos lá! Livros digitais no Brasil.

      Abraço,
      Alex

      Excluir
  26. Foda-se a indústria. Se o cara quer ser escritor, no Brasil, e não falar de Deus, Jesus e a PQP, vai passar fome, é fato, são 50 milhões de analfabetos... Quem os leria?
    A cultura deve ser gratuita, parabéns quem defende as idéias da disseminação da cultura!
    E fodam-se os papagaios que reclamam da pirataria!
    Se não fossem os amigos, estaríamos assistindo novelas e vendo jogos na TV, porque se tivéssemos que comprar livros, morreríamos de fome!
    Brasileiro

    ResponderExcluir
  27. Não há perigo de pirataria se os preços forem honestos. Veja por exemplo netflix - um catálogo de filmes gigantes e ilimitado por 19,90/mês.. e o kindle unlimited engatinha no BR. Quem vai se arriscar a comprar um livro que talvez nem goste por 50 reais, considerando uma população que não tem hábito de leitura e baixíssima renda? e ainda tem a altíssima concorrência no setor (inclusive livros extrangeiros). Se eu fosse autor, eu publicaria a versão digital por apenas alguns reais na Amazon - e uma prévia gratuita no google books ou algum blog.

    ResponderExcluir