sábado, 19 de novembro de 2011

Problemas pós lançamento do Kindle Fire

Aumentar Letra Diminuir Letra


Após os primeiros dias do lançamento da tablet da Amazon, o Kindle Fire, os usuários começaram a relatar diversos problemas com o aparelho.
Acompanhando a lista de discussão da Amazon, nota-se que as queixas não são unânimes, alguns descrevem com detalhes os erros enquanto outros afirmam que o aparelho funciona maravilhosamente.

Os principais problemas relatados são:
  • Falha na conexão Wifi : aqui os usuários que tiveram problemas relatam que o uso do Silk (browser) tem derrubado a conexão dos roteadores Wifi, encrencando todos os aparelhos conectados na rede sem fio. Sendo necessário reinciar o roteador periodicamente.
  • Apps  bugando: outra falha relatada foi o crash de alguns aplicativos que durante o uso congelam e retornam o usuário ao menu principal
  • Responsividade precária da tela Touch: de acordo com os infelizes que experimentaram esse transtorno em alguns momentos é necessário tocar três ou mais vezes na tela para acionar um aplicativo. Além disso, uma usuária relatou que ao dar um zoom em uma webpage o teclado virtual e o touch ficam inutilizados. 
A despeito dos relatos divergentes sobre essa falhas, não encontrei nenhum pronunciamento da equipe Kindle da Amazon sobre possível update.

Mas conhecendo a empresa, e somado aos videos mostrando problemas com a leitura de PDF no Kindle Touch, breve teremos uma atualização do software da nova família.

20 comentários:

  1. Problemas sempre existirão com qualquer empresa, mesmo com a Apple acontece, lembram o problema da antena de um modelo anterior do iPhone e agora do aumento do consumo das baterias no 4S?

    Esses do tablet da Amazon só não podem ser volumosos a ponto de colocar em risco a marca e o próprio custo do negócio. Já imaginaram o prejuízo de uma grande troca se venderam milhões e ainda abaixo do preço de custo? Seria um grande fiasco fazer um recall de um volumoso número de aparelhos.

    Problemas de software são resolvíveis, mas a questão da tela me parece mais preocupante, pois sendo o posicionamento dos dedos percebido por infravermelho, hummm...

    Emanuel, o volume de reclamações é grande? Lembremos que uma meia dúzia de relatos comparado a milhões de usuários seria uma gota de água no oceano.

    ResponderExcluir
  2. Saiu na Folha.com um artigo traduzido do The New York Times que aponta alguns pontos fracos do Kindle Fire.

    http://www1.folha.uol.com.br/tec/1006516-kindle-fire-da-amazon-merece-sucesso-mas-precisa-ser-refinado.shtml

    ResponderExcluir
  3. Sâo 2000 reviews de usuários do Fire até agora.
    66% somam 4 e 5 estrelas, mas altos (e inacreditáveis) 21% somam 1 e 2 estrelas, com reclamações pertinentes.
    Só alguns exemplos:uns dizem que mesmo fazendo sincronização para lerem os livros que já tinham comprados e eram lidos nos Kindles tradicionais, agora não conseguem ler ALGUNS deles no Fire, é um problema de compatibilidade que não me ative a especular, mais, MAS no app da Amazon no Ipad conseguem ler (pode?); reclamam que não podem ver vídeo em streaming quando estão em viagem fora dos EUA, reclamam que o zoom com o controle do touch não funciona no Google Maps, reclamam que o Silk, ao contrário do divulgado, é muito lento.
    Enfim, a expectativa gerada pelo que foi divulgado não está sendo atendida, esse é o pior problema, mas creio que a Amazon tem todas as condições para fazer atualizações e melhoria na infra, no decorrer dos meses, para sanar muitos dos problemas citados.
    E muitos perceberam que o equipamento não poderia realmente valer mais que o preço atual.

    ResponderExcluir
  4. Comprei um fire e posso dar minha opiniao.

    1) Não funciona para quem está fora dos EUA. Não é possível adquirir os aplicativos, ver filmes em streaming ou musicas.

    2)O navegador é mesmo muito lento.

    3)Direto dá problema com o wifi. Enquanto meu iphone e meu notebook conectam sem problemas ele vive caindo.

    Em resumo, não vale nem os US$200 que eu paguei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo, jogamos dinheiro fora, o Fire e para o publico americano, ou aqueles que tenham cartão de credito americano, para nos que nao temos e dinheiro jogado fora, pois somente o uso para ler livros ,isto faço com o Kindle 3G

      Elias

      Excluir
  5. anonimo disse que reclamam que o silk e' lento.
    o que e' silk?

    ResponderExcluir
  6. Silk é o nome do navegador para o Fire, otimizado para esse equipamento. O processamento das páginas ficou mais ao encargo dos servidores, para que a navegação resultasse mais rápida no Fire, BUT...

    ResponderExcluir
  7. Ai, meu Deus...estou para comprar um kindle fire e fiquei muiiiito assustada com os comentários, principalmente sobre o bug do touch e a queda do wifi. Queda de conexão, lentidão...Fiquei com medo de investir meu suado dinheirinho... Leonardo...a gente não consegue baixar os aplicativos pelo android market? o navegador tem por base o android.

    ResponderExcluir
  8. Só se você hakear o aparelho, o que invalida a garantia.

    ResponderExcluir
  9. Maria, a reclamação dos clientes continua grande, sugiro você esperar mais um pouco para ver se a Amazon toma as rédeas de novo da coisa, e com atualizações volte a ficar interessante. Hoje ele é um "meiabala". Eu tinha interesse, mas vou esperar.

    ResponderExcluir
  10. Mais um artigo falando das reclamações.

    http://idgnow.uol.com.br/mercado/2011/11/22/o-kindle-fire-ja-perdeu-o-seu-brilho/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vou esperar com o meu Fire, quem sabe a Amazon possa fazer alterações ou upgrades que venha a resolver os problemas fora da America

      Excluir
  11. ching ling e' um termo pejorativo para produtos chineses de ma' qualidade. mas pelo jeito os eua estao comecando a trilhar o mesmo caminha. coby kyros era o tablet americano meia boca, a hp fez tablets problematicos que gerou ate' polemica, agora o kindle consegue ser pior ainda (como aparelho) lancando algo que se diz pronto para consumo. a hp se desfez dos tablets de ma qualidade numa liquidacao por $99? o da amazon ta caro, sendo que ele e' feito (mal e porcamente) para consumir seus produtos.

    ResponderExcluir
  12. Anônimo, cuidado com a comparaççao. Ainda assim não se compara Coby, Fire e HP com os MPX ou qualquer outro ching-ling, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.

    Reclamamos dos problemas dos produtos citados porque não entregaram o que cumpriram ou porque não se posicionaram adequadamente no mercado, somos mais exigentes com eles.

    Por exemplo, somos muitos exigentes com uma HP que colocou um preço nas alturas ocm um sistema operacional bom, mas sem poder de fogo algum, com poucos apps, quando pelo mesmo preço já se tinha o iPad. O da Amazon foi prometido uma coisa e entregaram outra, mas com certeza virão patches e melhorarão os problemas que são mais no nível de software.

    Agora dos "ching lings" não esperamos nem cobramos nada, pagamos 200 reais e se quebrar dali uma semana jogamos fora já sabendo que a chance de acontecer tal fato seria 90%. Assim não dá para comparar, não é?

    ResponderExcluir
  13. Kindle Fire pode se tornar bom, mas até agora as críticas apontam para um aparelho chulé.

    ResponderExcluir
  14. Sem a possibilidade de usar o conteúdo da amazon no Brasil o Kindle fire é uma furada...Se quer um tablet barato e que funciona muito bem, recomendo o coby kiros mid7022, tenho um e posso dizer que entre os tablets baratos ele é atualmente o melhor, a tela dele é capacitiva e custa aqui no Brasil entre 450,00 e 500,00 reais...

    ResponderExcluir
  15. Estou me sentindo um ET aqui kkkkkk Porque não tive problemas nenhum com meu Fire. Meu Wifi nunca cai, meu touch nunca deu problema e a conexão é tão rápida quanto no meu netbook. Quando comprei eu já sabia que só poderia usar o que já está disponivel no aparelho. Como só queria agregar a leitura, ouvir músicas e ver videos, pra mim foi ótimo trocar o 3 pelo Fire...

    ResponderExcluir
  16. como voce assiste video??? como voce adquire???

    ResponderExcluir
  17. Olha eu comprei um e ele travou apos 15 dias de uso. Nao entra WiFI, nao re-seta , trava toda a hora e após 1 hora com o Customer Service no telefone a solução foi me darem outro aparelho. O problema é que não ha garantia que o novo não vá ter o mesmo bug.

    ResponderExcluir