sábado, 29 de outubro de 2011

Locadora de livros digitais

Aumentar Letra Diminuir Letra


O leitor Juliano Spyer do blog Revolução e-book, fez um artigo interessante sobre a possibilidade de se ter uma locadora on-line de e-books.
A idéia me parece muito, boa a locadora lhe cobraria um valor fixo penso em algo entre R20,00 à R$50,00 reais por mês e você tem acesso a todo o acervo de livros daquela loja, poderiam até ter um pacote básico e o pacote plus que dá acesso aos últimos lançamentos, que só seriam disponibilizado para o básico 3 meses depois.
E para novos autores parece uma idéia fantástica afinal, você não gasta a mais para conhecer o trabalho do novo autor que têm muita dificuldade para conseguir os primeiros leitores.
E você assinaria um plano desses? só se tivesse os best sellers ou aceitaria arriscar conhecer novos escritores?
Deixe a sua opinião aí  nos comentários afinal isto me parece uma ótima idéia.

7 comentários:

  1. Eu por várias épocas ja assinei locadoras de livros normais , pq não digitais ?
    Seria muito interessante. Falta visão das distribuidoras pra abrir novos mercados. Vide o absurdo de poucos lançamentos de livros digitais em portugues ou até mesmo o preço que é tão caro quando um livro "atômico".

    ResponderExcluir
  2. O Brasil precisa, antes de qualquer coisa, dar os primeiros passos no mercado da leitura digital. Por enquanto o preço do aparelho é um absurdo completo, bem como o preço dos ebooks, que é o mesmo dos livros físicos. Caso não ocorra mudanças, os leitores de ebooks no Brasil continuarão a buscar por arquivos gratuitos em pdf pela internet.

    ResponderExcluir
  3. Acho a ideia muito interessante, mas com esses 20 a 50 reais na cabeça você não vai chegar a lugar nenhum... É um valor extremamente alto pra competir até com os livros vendidos, menos ainda com os piratas...
    Pra um serviço desse tipo fazer sucesso teria que funcionar com um preço de 5 reais por mês... Esse seria um preço que eu pagaria...

    ResponderExcluir
  4. eu acho uma boa mas como o marcio disse aqui em cima teria que ser por um preço mais convidativo, se o netflix que é o netflix cobra R$15 mensais e com certeza você vai usufruir muito mais do conteúdo porque assistir um filme é muito mais rápido do que ler um livro até parece que alguem pagaria muito mais que esse valor...

    ResponderExcluir
  5. Eu até assinaria, mas ach R$20 caro para os padrões desse tipo de serviço. Por exemplo o netflix para filmes custa apenas R$15. E quantos filmes a gente assiste por mês? Garanto que a maioria assiste muito mais filmes do que lê livros, mesmo para quem ama ler. Um filme vc assiste em 2h, um livro em dias. Imagina 50 reais... Muito, mas muito caro mesmo! Acho que no máximo 10 reais é um valor aceitável.

    ResponderExcluir
  6. R$ 20,00 é mais barato que o preço de um livro padrão, a princípio é barato, mas a maioria das pessoas consegue ler mais de um livro por mês? Se a grande maioria que lê, lê em média um livro mensalmente, precisaria ser mais barato para atrair esse povo.

    Com relação à locação online, já fui assinante da SafariOnline, que reúne livros de editoras como O'Reilly, Prentice Hall, Microsoft, Adobe, etc.. por alguns meses e fiquei muito satisfeito, apesar de a leitura ser no browser, fato que provoca cansaço visual, mas o preço compensou.

    Estava atrás de um tipo de informação técnica na área de informática que custaria muito caro comprar os livros (não sou adepto de pirataria), então comecei pagando 20 e poucos dólares para ter acesso a 10 livros mensais e, logo no segundo mês, mudei para o plano de leitura de 5 livros mensais, fato me custou (na época) 9,90 dólares.

    Se considerarmos que os mesmos livros técnicos traduzidos aqui no Brasil custam os olhos da cara, foi uma grande benesse assinar esse serviço de 5 livros por menos de 10 dólares.

    Para quem não conhece, aqui o link do serviço de assinatura ilimitada e o de 10 livros/mês. Não aparece o de 5, mas depois que se assina e se paga o primeiro mês de acesso, aparece(u) a opção para mudar para 5 livros. Não sei se isso ainda existe, mas eis o link:

    my.safaribooksonline.com/home?subpage=hometab4

    ResponderExcluir
  7. Eu assinaria o serviço caso os lançamentos estivessem inclusos. Livros "antigos" (com mais de 6 meses do lançamento) não atraem público para esse tipo serviço. Em geral acredito que o assinante do serviço seria jovem (entre 20 e 30 e poucos anos), trabalhando e formado/cursando faculdade. Ou seja: os livros de ficção teriam uma atração imediata ("Lançaram Guerra dos Tronos 4? Opa! Eu vou pegar é agora!") para esse público, ficando os livros técnicos como "base de apoio".

    ResponderExcluir