quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Surpresa boa

Aumentar Letra Diminuir Letra

Acabo de ouvir uma hora de áudio do pessoal que faz esse blog ser tão bacana.
Papo bom; Kindle destrinchado, e-livros devidamente explicados; sotaques diversos; experiências interessantes: um passo adiante nessa comunidade que rema na mesma direção.
Fiz este post para pedir que o Podcast venha logo, ouvir é tão bom quanto ler.

9 comentários:

  1. Opa, estou na expectativa do podcast. Tem previsão?

    ResponderExcluir
  2. Edson:
    Parabéns ao KBB por mais essa iniciativa.
    Mas não se deve esquecer que o Kindle é, primordialmente, um leitor de livros.
    Enfatizo isso para defender que os conteúdos disponibilizados por meio do podcast tenham, também, versão escrita. Nestes tempos, em que tanto se fala acerca de inclusão, é de lembrar-se dos deficientes auditivos (entre os quais me incluo), para quem arquivos em áudio não tem tanta utilidade.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Antônio, o podcast nasceu como uma iniciativa no formato "roda de conversa" e não como forma de passar conhecimentos per se.
    As notícias, resenhas, posts em geral continuarão a ser postados, como sempre foram, sem diferença alguma. Até acho que, nesse caso, também pensamos nos deficientes visuais, que podem escutar coisas que, apesar de existirem programas para ler as matérias, eles dificilmente leriam.
    Talvez, num futuro próximo, editemos o podcast também na versão vídeo - com legendas. O melhor dos dois mundos, creio eu.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. May:
    Obrigado pela pronta resposta.
    É certo que, conquanto o podcast tenha surgido como uma conversa, ele também oferta conteúdos.
    Todavia, se todo o material postado dessa forma oral igualmente for disponibilizado em versão escrita, está tudo bem, não teria reparos a fazer.
    É que noto, em vários sites, essa orientação questionável: a partir do momento em que são oferecidos podcasts, tais conteúdos deixam de aparecer em outros formatos.
    Quanto à inclusão de deficientes visuais através dos podcasts, aplaudo. Desde que, é claro, sem exclusão dos outros.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  5. Caro Antonio,
    por favor, neste tempo de em que tanto se fala acerca de inclusão, como você pode querer excluir os deficientes visuais (situação na qual estou incluso)?
    Grato ao KBB pelo podcast, e se possível que disponibilize mais material em audio.

    ResponderExcluir
  6. Prezado Sandro:
    Deverias ter mais atenção e cuidado na leitura. Minha manifestação foi no sentido de incluir a todos.
    Abraço.
    Antônio

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Aliás, Antônio, desde já faço um apelo. Se sentires que, de alguma forma, os conteúdos escritos estão menos densos ou menos ricos do que eram antes dos podcasts, por favor, não pense duas vezes antes de mandar um email para nós, para que repensemos a questão.
    Às vezes, com a empolgação de um novo projeto, as coisas acabam ficando sem o correto equilíbrio, mas a ideia é manter tudo perfeitamente alinhado e igualitário.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  9. May:
    Grato pela atenção.
    Se constatar algo preocupante, escreverei, fica tranqüila. Embora pense que tal, certamente, não será necessário, visto que a postura do KBB sempre tem sido equânime.
    E devo dizer que os comentários a este post me deram vontade de escrever um texto, também. Não diretamente sobre o Kindle, mas sobre coisas conexas...
    Deixa estar que, qualquer hora, saindo do forno, envio p/ apreciação.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir