segunda-feira, 12 de setembro de 2011

RESENHA: "O mistério da Mansão Valência", de Sharon Hays

Aumentar Letra Diminuir Letra

Há poucos meses concluí a tradução de Mysteerie Manor, da escritora Sharon Hays. Recebi a notícia de que a versão em português, intitulada "O mistério da Mansão Valência", acaba de ser publicada! O livro eletrônico já está disponível nos sites Smashwords e XinXii.


"O mistério da Mansão Valência" conta a história de Maryanne, que está de olho em uma velha mansão em Boulder, no estado do Colorado, que uma amiga corretora de imóveis foi encarregada de colocar à venda. Curiosa, ela decide dar uma espiadinha antes de a casa ser colocada no mercado, já sonhando em fazer um belo investimento: reformar a mansão para transformá-la em uma pousada ou revendê-la para embolsar o lucro. Porém, desde a primeira visita, coisas muito estranhas começam a acontecer com ela e todos à sua volta que de alguma maneira entram em contato com a casa.

"O Mistério da Mansão Valência" mistura o terror dos acontecimentos sobrenaturais, os detalhes das investigações policiais, o suspense psicológico, uma pitada de romance e um drama de época, remontando ao tempo em que a casa foi construída no fim do século 19. Aqui vai uma pequena amostra, só para deixar um gostinho de "quero mais...":

Em meio ao silêncio, ruídos saídos detrás dos arbustos a assustaram novamente. Passou os olhos pelo jardim e sentiu o coração batendo acelerado. Maryanne recuou para aproximar-se da casa enquanto a chuva se intensificava. Foi até a porta de tela e virou a maçaneta de latão, abrindo a porta sem fazer nenhum esforço. Maryanne decidiu seguir em frente, empurrando uma porta de madeira gasta que gemeu de tão velha, apesar de estar em bom estado. Novamente, ignorou a intuição que lhe alertara sobre o perigo iminente e adentrou a varanda espaçosa. Imaginou que a sala outrora fora decorada com todos os confortos de um quarto de sol. Nuvens escuras cobriram completamente o horizonte e o temporal invadiu a tranquilidade do cômodo. Resolveu pegar uma pequena lanterna da bolsa Gucci, caso precisasse iluminar o caminho...

Eu gostei muito de traduzir o livro e confesso que fiquei arrepiada várias vezes com as descrições de Sharon Hays para os fantasmas e criaturas que habitam a casa. A autora já publicou a continuação do livro em inglês e combinamos de dar continuidade à parceria para trazer a "Parte II" para os leitores brasileiros no ano que vem.

A propósito, a escritora está entusiasmada com a primeira versão internacional do seu livro de estreia e adoraria receber mensagens dos leitores brasileiros. Aqui estão as informações de contato:

2 comentários:

  1. Já quero ler!!! :)

    Oh, Tempo, por que és tão escorregadio? :P

    ResponderExcluir
  2. Emanuel: Vê se não lê de noite, sozinho e no escuro, tá? Depois não vem dizer que a culpa é minha! :-D

    ResponderExcluir