sexta-feira, 23 de setembro de 2011

O que esperar no próximo dia 28?

Aumentar Letra Diminuir Letra

Como já se sabe, a Amazon convocou a imprensa americana para um evento no dia 28 de setembro. Todos esperam o anúncio do Kindle Tablet, eu também. Mas vou fazer aqui um exercício de futurologia, ou, o que eu desejo que seja (também) anunciado neste dia.


Muito se falou sobre o suposto-quase-real Kindle Tablet. Um aparelho colorido de 7” desenvolvido para ser leitor e portal de vendas dos produtos Amazon, de livros a filmes e músicas. Mas será só isso? Precisamos de mais! 
Já passou da hora da Amazon fazer uma remodelagem de seus leitores tradicionais. Além disso, o tal tablet custará cerca de $250, nenhuma barganha mesmo no mercado americano, a Amazon precisa manter seus leitores de baixo custo, é lá que mora a fatia gorda do mercado.
Falando em mercado americano, lá ocorreu um certo espanto com a boa qualidade do Nook Simple Touch Reader, que ao contrário do Nook Color é rápido, ágil e bonito. A Barnes&Noble pegou todos de surpresa no meio de junho.
O problema do novo Nook está no software, não no hardware. O aparelho é ótimo, rapidíssimo, usa a mesma tela do Kindle 3, mas usar o aparelho é um tanto quanto confuso. Incluir livros em grupos, ir e vir para a home, voltar ao livro que você estava lendo... nada é muito... simples. Achei que o software seria rapidamente corrigido, isso ainda não ocorreu.
Voltando ao Kindle, ou melhor, à Amazon, boatos dizem que ela iniciou os trabalhos para se adaptar à concorrência. Afinal, ninguém quer deixar de ser número um. Dizem os sites e blogs americanos que a Amazon estaria preparando o lançamento de versões do Kindle sem teclado físico, totalmente focado em telas touch, igual ao novo Nook, porém, com a vantagem de ter um ótimo (na minha opinião) sistema de leitura e navegação.  
Também se fala a muito tempo sobre a Amazon adotar o epub como formato de livros. Isso interessa muito o leitor brasileiro, uma vez que o epub é o padrão adotado por nossas livrarias virtuais. 
Esta adoção eliminaria um bocado de sofrimento. Ainda que seja possível comprar um epub protegido por DRM, retirar tal proteção e converter para o .mobi, isso não é para “não entendidos”, além claro das questões legais pertinentes. Poder comprar em qualquer livraria e ler no seu aparelho preferido seria um grande avanço para nós consumidores.
Existe ainda a velha questão sobre e-ink e LCD. É facílimo habituar-se a ler em telas LCD, mas é inegável que ler em e-ink é mais gostoso, sem contar o consumo de bateria, o calcanhar de Aquiles de qualquer coisa que emita luz. 
Por isso eu espero que no dia 28 a Amazon anuncie não apenas o seu tablet, mas também novas versões do seu leitor baseado em e-ink, bem como a adoção do epub em seus produtos. Seria pedir muito?
Estamos na torcida.

16 comentários:

  1. Alex, também estou torcendo para que saia o Kindle com e-ink touch, mas pelo que ando lendo no mundo virtual, acho que por enquanto é só mesmo o tablet, o que é uma pena para quem realmente gosta de ler bastante.

    ResponderExcluir
  2. Marta, obrigado pelo comentário.

    Pelo que li sobre o assunto a Amazon deverá lançar esta(s) versão(ões) até o final do ano, até porque todos os holofotes do evento serão para a suposta tablet.

    Mas quem sabe não teremos ao menos o anúncio destes novos leitores, confirmando a existência destes e sua data de comercialização?

    Afinal, não custa sonhar com o "one more thing"...

    Abs.

    ResponderExcluir
  3. Alex, boa tarde. Também estou na torcida do novo leitor kindle (eInk), com suporte ePub e PDF (DRM) e tela touch.

    O fato é que pretendo adquirir obras jurídicas da Saraiva Digital, além de outras obras existentes em nossas livrarias virtuais. E é quase unanimidade que todas elas adotam o formato ePub ou Pdf, ambos com proteção DRM.

    Considerando isso, tenho minha escolha inclinada para o Nook Simple Touch, apesar do programa da Nook ainda seja um tanto quanto confuso, como você mesmo alertou. Li aqui na KBB e em outros sites, que é possível "rootear" o Nook Simple Touch e usufruir, de uma certa forma capada pela tecnologia eInk, do sistema Android, tudo isso aliado ao fato da bateria de longa duração. Obviamente não quero comprar esse ereader a um tablet, mas de ter a opção de usar, caso seja necessários, os softwares proprietários, no formato Android, das diversas livrarias existentes no mercado nacional.

    Só estou aguardando a chegada do novo "tablet" ou ereader eInk da Amazon, para tomar a escolha mais sensata, considerando as tecnologias mais atuais que atendam melhor minhas necessidades e que tenham custo x benefício.

    Ontem tive a oportunidade de ir na FNAC, do Shopping Morumbi, e testar os tablets do momento (Motorola Xoom, Samsung Galaxy Tab 10.1 e Ipad 2), com eles em mãos, tive a impressão, espero que seja somente impressão, de que a tela de 6", dos ereaders mais populares, seja suficiente para uma leitura agradável e prolongada. As vezes, aquela pequena tela me assusta, o que me deixa com a pulga atrás da orelha: Será que vale mais a pena pagar mais por um tablet com tela maior ou comprar um dispositivo de 6", com tecnologia eInk, restrito a leitura que, a rigor, atenderá melhor minhas necessidades?

    Enfim, vamos aguardar o lançamento oficial...

    Sorte e sucesso!

    ResponderExcluir
  4. Já estive mais sedento por novidades. Ser touch e aceitar e-pub, ainda seria pouco para quem facilmente consegue "se resolver bem" com o DRM e formatos incompatíveis, ainda mais tendo um Kindle 3 perfeitinho. Mas estou muito curioso das novidades.

    ResponderExcluir
  5. Cadu.
    Eu não sei dos textos de direito, mas nos textos de administração de empresas, se utiliza muitos gráficos e tabelas grandes que seriam impossíveis de serem lidas no kindle 3.
    Vc nunca cogitou o Kindle DX? Daria inclusive para ler livros escaneados.

    ResponderExcluir
  6. Raul, há um tempo eu cogitei o Kindle DX, porém sempre acabo esbarrando no formato ePub e Pdf, ambos com proteção DRM, além do fator portabilidade. Inclusive já pensei até no Sony Daily Edition, que tem 7".

    Os livros jurídicos em sua grande maioria são compostos de textos simples, geralmente sem gráficos e tabelas. Porém, atualmente o mercado editorial, no que se refere aos livros jurídicos, tem utilizado uma metodologia mais didática e que alberga textos coloridos, tabelas e quadros, visando uma fácil memorização.

    Enfim Raul, até o final de novembro espero que esse dilema esteja resolvido...

    ResponderExcluir
  7. Cadu

    Boa noite.
    Casualmente sou advogado e casualmente compro livros de direito na Saraiva...

    Bom, os livros jurídicos possuem uma certa peculiaridade, eles "pedem" por anotações, as mais diversas, em quase todas as páginas.
    Além disso, alguns livros são esquematizados, portanto, só existem na versão PDF. Este ainda é um limitador grave do epub.

    Sinceramente, este tipo de livro eu só consigo ler no iPad. Primeiro, pela facilidade de fazer marcas e anotações utilizando a ponta dos dedos. No Kindle não é impossível, mas é improvável. Segundo, para ler livros com esquemas, quanto maior a tela melhor.

    Acho que estas duas situações serão resolvidas com o Kindle tablet, pois terá em teoria a mesma usabilidade do kindle no iPad. Já o provável Kindle eink touch, se existir e quando for lançado, terá a mesma limitação de qualquer outro aparelho para a leitura de PDF: tamanho da tela. Nestes casos acredito que tamanho é documento.

    Forte abraço.

    Alex Godoy

    ResponderExcluir
  8. Alex, muito obrigado pelas respostas. Foram bem esclarecedoras.

    Talvez a minha escolha deverá recair num tablet, com no mínimo 9", para livros jurídicos e um leitor eInk de 6", para os demais livros, como romances e etc.

    Alex, você saberia me dizer se o Ipad 2 lê no formato ePub e Pdf, com DRM nativamente? Caso negativo terei de fazer uso dos apps disponibilizados na Apple Store das livrarias ou seria mais vantajoso fazer uso do Android?

    Será que eu poderia fazer uma sugestão de post: A leitura desse tipo de livros jurídicos no Kindle e no Ipad.

    Bom acho que é isso, mais uma vez obrigado.

    Abraços,

    Cadu

    ResponderExcluir
  9. Caso a Amazon resolva adotar o epub, os aparelhos Kindle que só aceitam o formato mobi poderão ser atualizados para aceitar os novos formatos?
    Sérgio

    ResponderExcluir
  10. Cadu, boa idéia, farei este post. Combinado!

    Sobre os epub com DRM no iPad, é apenas uma questão de qual software utilizar. Por exemplo, a Saraiva possui um aplicativo para o iPad para que o cliente possa ler os livros comprados em sua loja on line.

    Existem diversos aplicativos para a leitura de epubs no iPad, mesmo aqueles protegidos com DRM, especialmente os gerenciados pelo Adobe Digital Edition (ADE).

    Abs!

    ResponderExcluir
  11. "Anônimo", sim, os Kindles são atualizáveis, portanto, não seria problema nenhum a Amazon adotar epubs.

    Abs!

    ResponderExcluir
  12. Alex, se você fizer será uma mão na roda para os leitores do blog.

    No post você poderia explorar as principais diferenças na leitura entre os dispositivos (eink x tablet), além de traçar um paralelo sobre a leitura do mesmo livro (jurídico) no ereader eInk e no Tablet, com suas funcionalidades, seja anotações, marcadores e etc.

    Bom se precisar de mais ideias, basta responder o post.

    Forte abraço,

    Cadu

    ResponderExcluir
  13. Não tenho Ipad, mas a vontade de comprar um é grande. Principalmente com esta promessa de queda dos preços com a fabricação deles no Brasil.

    Então...gostaria bastante de ler um post sobre as principais diferenças na leitura entre os dispositivos (eink x tablet).

    ResponderExcluir
  14. Cadu, acho que o que melhor te atende é o sony reader. Ele é touch, tela igual do kindle (e-ink pearl) de 7", aceita epub e pdf. Com o pdf inclusive dá pra aumentar a fonte. Dá pra sublinhar, marcar texto- etc. Ele é o mesmo tamanho do kindle, mas por não ter teclado físico aproveitou mellhor o espaço e coube uma tela maior. Se tiver interesse podemos negociar... O modelo que tenho é o Sony Reader Daily Edition (PRS -950). Manda um email pra mim, bruno78.pro@gmail.com

    ResponderExcluir
  15. Algúem está interessado no Nook Wi-Fi (primeira geração)? Tenho 3 peças, ainda na caixa, novos em folha...

    ResponderExcluir