sábado, 16 de julho de 2011

Adeus Harry

Aumentar Letra Diminuir Letra

A série de Harry Potter chegou ao fim.



Site do Pottermore a parte, com a estréia da Parte II do filme 7 acabou a história que acompanhou e encantou uma geração inteira (e por que não dizer "mais de uma geração"?).

A Kindle Store possui mais de 700 títulos relacionados à franquia Harry Potter. Inclusive, um de seus lançamentos relativamente recentes me chamou a atenção: "Write your own Harry Potter Stories", ou em português "Escreva suas próprias histórias de Harry Potter" é um livro que traz dicas sobre como escrever fan-fics. Está a venda desde o dia 2 de julho de 2011 por $5,70.

De Enciclopédias e dicionários, à biografias não autorizadas de J.K. Rowling, a Kindle Store tem de tudo. Até mesmo uma entrevista com o próprio Lord Voldemort explicando para o público porque ele agiu do jeito que agiu... (In Defence of the Dark Arts, de Willard Binns)

Bem, livros da saga, contos, e-books e fan-fics a parte, para aqueles de nós que cresceram junto com Harry, Rony e Hermione, chegou a hora de dar adeus a uma etapa nossas vidas.
Eu tive o prazer e o privilégio de ver o filme à meia noite da quinta para sexta, na pré-estréia, e devo dizer que o sentimento de nostalgia é generalizado entre os fãs. Não vou descrever quaiquer cenas do filme aqui, mas os fungados de choro ouvidos por toda a extensão da sala de exibição devem ser mencionados. Eu mesma chorei, me arrepiei e me emocionei em mais de uma ocasião.
Do lado de fora, antes do filme, muitas pessoas - muitas mesmo - traziam orgulhosamente itens relacionados ao livro e ao filme. Muitos dos quais adquiridos, acredito eu, através das lojas do parque temático The Wizarding World of Harry Potter, que foi inaugurado em Orlando no ano passado.


Para quem estiver procurando um motivo para ir aos Estados Unidos comprar um Kindle, para evitar os impostos, uma boa desculpa é ir visitar os parque de Orlando. O Mundo Mágico de Harry Potter é um setor no parque Islands of Adventure, da Universal.

Nele, os vistantes podem conhecer o vilarejo de Hogsmeade.


Você pode comprar sapos de chocolate e feijoezinhos de todos os sabores na Dedosdemel.



Comprar uma cópia de uma varinha usada no filme ou "deixar uma varinha escolher você" no Olivaras.



Experimentar brinquedos mágicos na Zonko's e almoçar no Três Vassouras. No meio da rua, barraquinhas vendem cerveja amanteigada e suco de abóbora. Você pode ainda visitar O Empório do Filch dos Bens Confiscados para comprar vestimentas das Casas, um jogo de xadrez estilizado ou um Mapa do Maroto. Sim um Mapa do Maroto.



O castelo de Hogwarts em uma das entradas é a vista predominante do vilarejo de Hosmeade.
Há três atrações principais no Wizarding World: O Desafio do Dragão (montanha-russa), O Vôo do Hipogrifo (montanha-russa infantil) e A Jornada Proibida que é um simulador localizado dentro do castelo.
O passeio por dentro do castelo é belíssimo. Você pode ver a sala de Defesa contra as Artes das Trevas, o escritório de Dumbledore, a sala de Herbologia, corredores entupidos de quadros que se movem e conversam entre si, e até uma exibição do Chapéu Seletor.
Agora, eu vou para por aqui. A contagem regressiva para o filme já está rolando há algum tempo no Not Enough Gods e lá tem a resenha completa do Wizarding World of Harry Potter para quem se interessar.

Harry cresceu com a gente, e a gente cresceu com ele. E agora, só nos resta abraçar a nostalgia. Reler alguns livros, rever alguns filmes, e definitivamente ir ver o último filme da série, 10 anos após o lançamento do primeiro filme. Sentar na poltrona, olhar apara a tela e dizer um saudoso "Adeus Harry! E obrigada por tudo!"

Até a próxima!

4 comentários:

  1. È, Harry Potter vai deixar saudades.

    ResponderExcluir
  2. Tenho 19 anos. Desde 2001, com o lançamento do filme Harry Potter e a Pedra Filosofal fiquei maravilhado com aquele mundo, resolvi então me aprofundar em algo pela forma que eu sempre gostei: a leitura. Devorei todos que eu via pela frente da saga, ainda me lembro do meu presente de Natal do ano de 2003 onde esperava anciosamente pela chegada da coleção dos 5 primeiros livros. Ahhh, uma criança feliz era aquilo! O tempo foi passando, li todos os livros da série, vi todos os filmes e agora chega infelizmente ao seu final. Com certeza deixará saudades Harry Potter, muito responsável por despertar o prazer da leitura em milhões de pessoas ao longo dos anos, de pregar valores humanos talvez um pouco esquecidos nos dias de hoje, principalmente a amizade verdadeira.
    Obrigado por tudo J.K. Rowling.

    ResponderExcluir
  3. J.C eu fiquei babando sobre o laptop lendo seu post. Quero muito ver o filme e ir nesse parque. Mas acima de tudo, ler os livros.

    Na verdade, li o primeiro, A Pedra Filosofal, pouco antes de sair o filme, tomei o livro da minha sobrinha para folhear e só devolvi quando terminei, 2 dias depois.

    Então veio o filme, e após ele tomei uma decisão, só leria os outros livros após ver todos os filmes.

    Decisão difícil, mas acertada, apesar do primeiro ser bem fiel ao livro, foi uma experiência tão diferente que decidir não ter mais esse conflito. E abandonei a leitura da série para que todo o filme me surpreendesse.

    Agora, com a era do e-readers, e com pottermore.com, chegou o tempo certo para ler. :)

    ResponderExcluir
  4. O meu adeus ao Harry Potter foi quando pousei o último livro. Gostava tanto de ler que tentava dosear as leituras para não acabar tão depressa! Os filmes foram desilusões, não por serem maus, mas por nunca poderão comparar-se às memórias de uma infância e adolescência! Acho que nem o Scorcese, Coppola, Allen e Eastwood fariam um HP de que gostasse :D
    Emanuel, acho que qualquer decisão era acertada! Li os livros do HP e depois vi os filmes e mas vi a série do Game of Thrones e só depois comecei a ler, e também estou a gostar!
    Cumprimentos do Baú-dos Livros e
    Ósum Pósume

    ResponderExcluir