domingo, 26 de junho de 2011

1 milhão de e-books

Aumentar Letra Diminuir Letra


John Locke, autor americano (imagem acima) se tornou em 19 de Junho a primeira pessoa a alcançar a marca de 1.000.000 (um milhão) de e-books vendidos na Amazon na condição de autor independente (sem uma editora).  Neste dia ele chegou à incrível marca de 1.010.370 e-books para Kindle vendidos utilizando o Kindle Direct Publishing (plataforma onde o autor escreve e publica diretamente na Amazon sua obra sem intermediação de uma editora). 
É uma marca muito importante, pois além do que ele já ganhou com isso em termos de dinheiro (fazendo uma conta rápida, como cada um de seus e-books custa uma média de USD 0,99 e a Amazon embolsa 40% disso, ele faturou até agora USD 600 mil, ou algo como R$ 960 mil reais - quase o prêmio de um BBB), ainda o projeta como um autor de best-sellers no mercado de e-books. 
Só que o mais incrível de tudo isso é que ele conseguiu esta façanha em apenas 5 meses.....

Além do John, apenas outros 7 escritores alcançaram esta marca até agora na Amazon (só que nenhum deles de forma autônoma - ou seja, todos tem suas editoras intermediando).

John não é um autor que se iniciou no mundo dos e-readers / e-books, pois já tem 9 romances publicados e aparece na lista de best-sellers do New York Times, mas é o primeiro que soube explorar o mundo da publicação independente oferecida pela Amazon e tirar um alto lucro disso (se ele tivesse utilizado uma editora para intermediar seus e-books, teria ganho menos que 30% do que faturou....). 

Ele ficou em número 1 na lista de e-books mais vendidos na Amazon por 3 semanas e ainda aparece na lista dos Top Sellers e como um dos e-books mais vendidos da história da empresa. Chegou a ter 4 títulos na lista dos Top 10 e 6 livros na lista dos Top 20 ao mesmo tempo. 

A cada 7 segundos alguém compra um de seus livros em formato e-book na Amazon.   Assim, apesar de  parecer pouco ganhar pouco menos de R$ 0,95 por livro, quando consideramos um dia, vemos que algo próximo de R$ 11,7 mil não é de desprezar.... Ou seja, qual autor ganha R$ 350 mil por mês sem as dores de cabeça de impressão, distribuição, etc. etc.

Agora se você quer saber um pouco mais de como John chegou a este resultado, ele dá várias dicas em seu livro How I sold 1 Million eBooks in 5 Months, vendido em formato para o Kindle na Amazon store...  (isto é que podemos chamar de visão empresarial : não só alcança um marco histórico, como ainda tira benefício disto para vender mais livros...). 

Não vejo a hora de descobri quem será o primeiro autor brasileiro a alcançar a marca de 1.000 e-books, 10.000 e-books, 100.000 e-books e, quem sabe...  1 milhão de e-books.... 

Pensando assim, até dá vontade de começar a colocar as idéias no papel, digo, no KDP (Kindle Direct Publishing). Alguém mais se habilita ???

6 comentários:

  1. VENDO KINDLE NOVO - com 3G e Wi Fi
    Trouxe 2 da Alemanha (mas o menu e o teclado são padrão americano). 1 já foi vendido para o Renato, leitor aqui do blog.

    O modelo é o Kindle 3, com Wi Fi e 3G grátis - 3a geração.

    A caixa está lacrada e tenho a nota fical da Amazon, que dá 1 ano de garantia!

    R$ 650,00. Interessados, por favor, me mandem email: eduardobrm@gmail.com

    Posso enviar pelo Correio ou entragar em mãos no Rio ou em Porto Alegre (tenho família em ambas as cidades).

    Se preferir, posso mandar o link de venda no Mercado Livre, para parcelamento no cartão e pagamento só após o recebimento.

    Obrigado!

    ResponderExcluir
  2. Eduardo, grato pelo anúncio, mas acho que o preço está um tanto "salgado". Se comprar pela Amazon, com todos os impostos, IOF, frete, etc. este Kindle chega em nossa casa por USD 409,11, ou seja, algo bem próximo ao que você está pedindo. A vantagem de parcelamento não é tão benéfica assim, pois pagando pelo Mercado Pago, acabam incluindo um valor de juros para parcelamento. Tenho certeza que se praticar um preço mais no centro entre os USD 189 cobrados nos EUA e os USD 409 aqui terá maior facilidade de venda. Abç.

    ResponderExcluir
  3. Putz... um milhão de e-books vendidos!? Não sei se é mediocridade minha ou consciência de que não sou nem gênio nem exatamente "pop" no que escrevo, mas certamente não serei eu a atingir essa marca. risos

    ResponderExcluir
  4. Já cheguei aos 100 livros vendidos por lá. Estou em busca do próximo score. 1000 eBooks vendidos aí vou eu!

    ResponderExcluir
  5. Edson, eu que lhe agradeço e parabenizo por tão bom espaço sobre o Kindle. Vou pensar na sua sugestão, mas também temos que considerar que muitas pessoas levam um longo tempo para receber seu Kindle da Amazon. Nessa comunidade do Orkut, um rapaz levou 2 meses. Segue o link em q elefala: http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=95565705&tid=5611021386612327736&start=1 Sim, a DHL falha, como qualquer empresa de entregas (ou pq o Tom Hanks é da Fedex rsrs). Meu Kindle já está no Brasil, comprado este mês, sem possíveis taxações extras, com nota fiscal e toda a garantia da Amazon. Mas você não está errado: há a opção de compra direto com a Amazon. Algumas pessoas podem ter a sorte de nao serem taxadas. Outras serão taxados e ainda terão de esperar até 2 meses pra receber.
    Vai de cada um escolher a melhor opção.
    Um abraço e boas leituras pra vc. Mais uma vez,parabéns pelo espaço!

    ResponderExcluir
  6. E aí pessoal, tudo bem?

    Vocês, por acaso, não teriam um guia de como publicar os livros para o Kindle no Amazon.com, como escritor independente?
    Edboaventura@hotmail.com

    Eduardo Boaventura

    ResponderExcluir