quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Kindle e as Obras de Dominio Público - Post enviado por Flávio Barbosa

Aumentar Letra Diminuir Letra



Antes do post, quero agradecer ao Flávio Barboza que nos enviou o texto que reproduzo "ipsis litteris" abaixo.  Outros que queiram contribuir eventualmente, sem se tornarem colaboradores, por favor nos enviem seus textos ou sugestões que teremos o prazer de formatar e incluir aqui.


Oi, amantes do Kindle! Este é o primeiro, e espero que não o último, post que envio ao Kindle Blog Brasil!

Indo diretamente ao assunto: uma faceta do Kindle que me agradou muito foi a possibilidade de, finalmente, ter acesso fácil e rápido a obras clássicas em domínio público. Autores como Homero, Alexandre Dumas, Dostoievsky, Julio Verne, H.P.Lovecraft, Edgar Allan Poe, Conan Doyle, dentre outros, estπo agora, parafraseando Gates, disponíveis na ponta dos dedos ... isso sem contar com a chance de ler obras há muito tempo fora de catálogo, ou mesmo que nunca foram editadas aqui no Brasil.

Desde que o recebi, no final de dezembro de 2010, confesso que já coloquei mais de 150 obras de autores como os supra-citados no meu Kindle 3, e ainda tenho muito o que procurar. Apenas arranhei a superfície deste mundo, e me vejo viciado nisso ...

Entretanto, há um pequeno problema envolvido na questão: não existem muitos títulos em português disponíveis para acesso. Daí a pergunta; quantos de nós lêem em outro idioma que não na última flor do Lácio? Sinto-me privilegiado em ter leitura corrente na língua inglesa; mas reconheço que não há tantos assim. E estou dentre aqueles que não lêem uma palavra de francês, russo, alemão ... O tema realmente vale uma discussão mais aprofundada, o que não cabe no espaço deste post ...

Enfim, vou ficando por aqui, por enquanto. Num próximo post, vou comentar alguns sites onde nós podemos encontrar tais obras, e espero periodicamente comentar algumas que tenho lido.

Um abraço a todos, e boa leitura!!!

PS: Aproveito para parabenizar o Rubem Mello pela sua iniciativa em publicar clássicos da literatura nacional ... se quiser ajuda, pode contar comigo!

3 comentários:

  1. Valeu, Flávio. Realmente, o idioma é uma barreira. Tem muita obra boa em domínio público sem tradução. Aliás, não sei se só a obra original cai em domínio público, ou se a tradução também. Se alguém souber...
    Outra barreira é que quase tudo está em PDF. às vezes, dá muito trabalho para converter. Quando está em HTML é uma beleza!

    ResponderExcluir
  2. Vala a pena recordar, links de publicações anteriores deste blog para livros de domínio público:
    http://kindle.blog.br/2010/09/livros-gratuitos-para-kindle.html
    http://kindle.blog.br/search/label/Projeto%20Gutenberg

    Sou um sortudo tambem pois posso ler obras em 3 línguas. Mas me sinto analfabeto diante de tantas outras literaturas.

    Certa vez, li uma reportagem que falava sobre as barreiras da língua na internet, comentava o jornalista que muito conteúdo bom era sub-utilizado pela restrição da linguagem, muita coisa boa era produzida em árabe, chinês, e poucos (mesmo os chineses) tinham condições de usufruir.

    O Google quer mudar esse fato, vamos aguardar.

    In Google and Bezos I trust.
    (Confio no Google e no Bezos)
    (In Google und Bezos Ich vertraue darauf)
    (في غوغل وأنا على ثقة بيزوس)
    (En Google y Bezos confío)
    (Dans Google et j'ai confiance Bezos)

    ResponderExcluir