terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Leitores e Leitores

Aumentar Letra Diminuir Letra

Existem leitores de livros de papel e existem leitores de livros de papel. Existem leitores de livros digitais e existem leitores de livros digitais.

Deixem-me explicar. Há aqueles leitores de livros que apreciam o cheiro do papel, avaliam a qualidade de uma edição, se emocionam tanto com a descoberta de um novo título na mega store ou a de uma raridade no sebo da esquina. E há aqueles que só querem ler uma boa história ou aprender algo lendo um bom livro.

O mesmo se dá com os e-books. Temos os aficcionados pela tecnologia, aqueles que conhecem todos os leitores digitais disponíveis (ou não) no mercado, sabem o que é DRM, dominam o Calibre e produzem seus próprios livros digitais. Já outros querem apenas ler uma boa história ou aprender algo lendo um bom livro, com todos os recursos e facilidades que os e-readers oferecem.

Meu Kindle atende a esses dois tipos de leitores com maestria. Enquanto eu sou um entusiasta da tecnologia (além de leitor, é claro), minha mulher quer apenas ler. E para isso, ela, de alguma forma, acaba dependendo de mim para a conversão dos textos que ela necessita estudar para o Kindle.

A gente (entusiastas) fuça aqui, pesquisa ali e vai avançando. Porém, acredito que para a expansão do mercado de e-books e e-readers é fundamental pensar e produzir conteúdo para aquelas pessoas que se encantam quando veem um Kindle, mas não podem, ou não querem, perder seu tempo produzindo conteúdo. Elas querem apenas uma coisa: LER!

Parafraseando o filósofo Falcão: Conteúdo não é tudo, mas é 100%.

Um comentário:

  1. Ótima definição. Eu me enquadro naqueles leitores que querem apenas ler no Kindle. São estes que as editoras e a indústria de e-readers deve concentrar seus esforços se quiserem faturar.
    Parabéns pelo blog. Leio todas as postagens graças ao Reader do Gmail

    ResponderExcluir