segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

CES 2011: O ano dos tablets Parte I

Aumentar Letra Diminuir Letra

A feira internacional de equipamentos eletrônicos, CES, que aconteceu na semana passada em Las Vegas nos deu um indicativo que 2011 será o ano dos tablets.


Praticamente todos os estantes possuíam uma modelo de tablet para divulgar, e aqueles que não tinham, ficavam fadados ao esquecimento do público.

O número de anúncios é extensa mas vamos aos destaques:

1) Motorola XOOM (lê-se ZOOM)

Terminanos 2010 com um video viral da Motorola prometendo que seu table seria o próximo passo evolutivo dos tablets, colocando os concorrentes iPad e Galaxy Tab em um museu.

Pois justamente na CES 2011 a "evolução" foi revelada.

Trata-se de uma tela wide de 10,1 polegadas, dotado de plataforma Nvidia Tegra 2, com processador dual-core de 1GHz 2GHz (cada núcleo tem 1GHz de clock máximo) e 1GB de RAM. Além disso possui 2 câmeras: 1 frontal de 2 MP, para video conferências, e uma traseira com 5 MP associado a flash de LED duplo que filma em HD (720p).

Os botões de menu (comuns nos aparelhos com Android) foram substituídos por botões virtuais na tela: os botões Home e Voltar, no canto inferior esquerdo, enquanto as opções que o botão Menu exibia, estão listadas na parte superior direita. Ele ainda tem o botão liga-desliga e de volume, e saída mini-HDMI e microUSB.

Mas o grande diferencial é o sistema operacional Android 3.0, Honeycomb, desenvolvido exclusivamente para tablets.

O site Gizmodo.com.br fez uma resumo das principais mudanças do Honeybomb que ainda não foi finalizado:

A interface recebeu uma recauchutada enorme: além de se adequar melhor ao tamanho de tablets, ela está mais elegante. Widgets redesenhados, que funcionam cada vez mais como apps, transições renovadas e suaves entre as telas iniciais, e uma interface mais consistente entre os diferentes apps (no tablet predominam o azul, o preto e o branco) levam a experiência do Android a um outro patamar. Ah, além de retirar os botões físicos, o Google incluiu um botão de multitarefa, que mostra os apps recentemente utilizados – o que se faz hoje pressionando e segurando o botão Home.

Os apps do Google, como o Gmail, Maps e YouTube também foram repensados para tablets. O Gmail, por exemplo, agora lembra a versão mobile do Gmail para o iPad, com categorias num painel esquerdo e o e-mail à direita. O app Mapas conta com as mesmas novidades da versão para celular, mas adaptada para tablets. Com o app Books, é possível ler livros virando as páginas com o dedo, como se fosse um livro aberto. E o Google Talk conta com uma novidade: agora você pode realizar chamadas em vídeo através do programa, com a câmera frontal de 2MP do Xoom. E os apps já existentes no Android Market? Não sabemos. Na verdade, ainda nem foi mostrado como será o Market no Android 3.0.

O Xoom deve ser lançado ainda no primeiro trimestre nos EUA, com preço ainda a ser divulgado. Nos EUA, ele será lançado inicialmente com suporte a 3G da operadora Verizon, mas será atualizado para acessar a rede 4G também. Com tantas boas novidades, o Xoom se prepara para ser o mais novo concorrente sério para o iPad.

Características:

OS: Android 3.0 Honeycomb
Differentiation: Larger display in smaller form-factor, 1080p HD support, first tablet with Honeycomb software, dual-core 1GHz processor, and a wide range of docking options
Dimensions: 249.1mm (h) x 167.8mm (w) x 12.9mm (d)
Display: 10.1” 1280×800 resolution
Weight: 730 g
Processor: NVIDIA® Tegra™ 2: 1GHz dual-core processor
Battery: Up to 10 hour video playback
Connectivity: 3.5mm, micro USB 2.0 HS, Corporate Sync, Wi-Fi 2.4GHz & 5GHz 802.11b/g/n, Bluetooth 2.1 + EDR + HID
Network: 3G, 4G LTE upgradeable, 802.11n w/Personal Hotspot
Messaging/Web/Apps: Email (Corporate Sync, Google Mail, POP3/IMAP embedded, Push Email, Yahoo Mail) , WebKit w/ Flash
Audio: AAC, AAC+, AMR NB, AMR WB, MP3, XMF
Video: 720p capture/1080p playback/streaming, H.263, H.264, MPEG4
Camera: 5 MP rear-facing camera with dual LED flash/2MP front-facing camera
Memory: 32GB on board user memory, SD card support after software update, 1GB DDR2 RAM





Vídeos:

Fontes:

Nenhum comentário:

Postar um comentário