sábado, 30 de outubro de 2010

Em julho deste ano, Amazon já afirmava que os e-books já tinham vantagem de vendas sobre as edições tradicionais.

Aumentar Letra Diminuir Letra

A Amazon anunciou que os 10 livros mais populares do Kindle - e-reader desenvolvido pela empresa - vendem duas vezes mais que as tradicionais versões em papel. No entanto, a empresa não divulgou números.
O fato de que e-books já estejam vendendo mais que os livros em papel não é, em si, uma novidade, uma vez que, em julho deste ano, a própria Amazon já havia anunciado o fato. A novidade fica por conta do volume comercializado, que agora alcança a taxa de dois livros eletrônicos para cada um em papel na relação top 10 da varejista online.
O que pode comprometer a informação da Amazon é que, além de não divulgar os números de vendas, a empresa também não informou quais os dispositivos são usados para ler o conteúdo eletrônico, entre Kindles, e-Readers de outras marcas e tablets. Esse dado é essencial para entender como serão os hábitos de leitura do consumidor no futuro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário