terça-feira, 28 de setembro de 2010

Mais uma no iPad...

Aumentar Letra Diminuir Letra


Desta vez é a revista Prazeres da Mesa que lança sua edição para iPad.
É a primeira revista de gastronomia a enveredar por este caminho no mercado brasileiro.
Cada vez mais fica claro que o padrão para Revistas (recheadas de imagens e fotos) será mesmo o iPad e que nenhum e-reader tradicional terá os mesmos benefícios das possibilidades multimidia.
Segue o mesmo padrão das demais (Veja, Época, MacMais) e tem ótima apresentação. 
Veja o que diz o site MacMagazine :

"A revista deve ser mais conhecida entre os fãs de gastronomia, mas quem não gosta de comer uma boa comida? Não é à toa que a versão para iPad da Prazeres da Mesa já lidera o ranking de downloads gratuitos da categoria “Lifestyle”, na App Store brasileira. Segundo sua assessoria de imprensa, mais de 1.000 pessoas já estão usando o aplicativo — lançado há pouco mais de duas semanas.
Em vez de simplesmente transpor o conteúdo presente na edição impressa para um modelo virtual, a Prazeres da Mesa para iPad traz conteúdos exclusivos e interativos, produzidos pela equipe de reportagem da revista — da editora 4Capas.
De acordo com Georges Schnyder, diretor de publicidade e sócio da revista, o público leitor ultrapassa as fronteiras brasileiras. “Pelos comentários deixados no aplicativo, descobrimos que temos leitores em diversos países, principalmente nos Estados Unidos e na Espanha. Isso talvez crie uma demanda de produção de conteúdo específico para esses países, em inglês e espanhol”, comenta.
No Prazeres da Mesa para iPad, o leitor pode ver as matérias na horizontal ou na vertical, bem como aproveitar vídeos editoriais e publicitários, galerias de fotos e links para sites do seu interesse. “A função da revista no iPad não é só alcançar os leitores que adquiriram o aparelho, como também expandir o conteúdo da revista. A equipe de reportagem produz conteúdo exclusivo para o aplicativo”, diz Schnyder.
Inicialmente, a Prazeres da Mesa para iPad está liberada gratuitamente na App Store [86,7MB; requer o iOS 3.2 ou superior]. A partir da edição que vem, o download custará US$5 — mais barato que a sua edição impresa, que sai por R$13 nas bancas. "

Nenhum comentário:

Postar um comentário