sábado, 31 de julho de 2010

Kindle ou iPad ???

Aumentar Letra Diminuir Letra


Como alguns frequentadores aqui do Blog já sabem, além de ser o autor aqui, tem um  Blog onde colaboro específico sobre iPad (www.blogipad.com.br).
Sempre sou questionado por pessoas interessadas em comprar ou presentear com o um ou outro equipamento, perguntando qual o melhor ou mais indicado. Agora próximo ao dia dos pais e com o lançamentos dos novos modelos de Kindle, estes questionamentos aumentaram e resolvi escrever um post e publicá-lo tanto aqui quanto lá…
A primeira pergunta que se tem que fazer ao tentar se definir por um ou outro equipamento é :  Quero apenas ler livros e nada mais ?  Se a resposta aqui for “Sim”, esquece o iPad e vai de Kindle sem pensar mais.
Se a sua resposta for “Não, pois gostaria de ter jogos, fotos, videos, e poder navegar na internet” – ai a decisão é clara pelo iPad.
Mas existe uma zona nebulosa entre estes dois extremos e, como sabemos que a grande maioria dos que vai comprar um gadget assim, normalmente, não sabe o que quer, o ideal é analisar pontos positivos e negativos de cada um dos dois e ver o quanto eles pesam para você. Abaixo várias características e o vencedor em cada uma :
  • Peso : sem dúvida o Kindle, que agora em sua nova versão menor e mais leve passou a ter somente 254 gramas, contra as 680 gramas do iPad Wi-Fi e 730 gramas do iPad 3G;
  • Tamanho (portabilidade) : Kindle novamente, pois a versão de 6″ é muito menor que o iPad. Se comparar com o Kindle DX ai praticamente empata;
  • Preço : mais uma vez dá Kindle : falando de preços oficiais nos EUA, o Kindle mais simples e barato (6″ com Wi-Fi e sem 3G) custa USD 139 – o com 3G vai para USD 189 e o DX (9,7″) fica por USD 379. Já o iPad mais baratinho (wi-fi 16Gb) custa USD 499, podendo chegar a USD 829 (3G com 64Gb);
  • Facilidade de uso sob o Sol : de novo o Kindle, pois a tela não tem qualquer reflexo… muito diferente do iPad;
  • Tempo de bateria : Kindle – no novo modelo, pode durar até um mês sem precisar recarregar. Isso porque só consome energia ao mudar de página já que a tela não é iluminada, mas sim uma composição da chamada “tinta eletrônica” ou e-ink.
Agora, antes que achem que eu estou só puxando a sardinha para a brasa deste meu Blog….
  • Quantidade de livros disponíveis. Aqui, podemos dizer que o iPad ganha. Como, se a iBookstore é muito menor que a Amazon ??? Lembre-se que no iPad você pode instalar o aplicativo Kindle da Amazon e ter acesso aos mesmos livros que o Kindle, mas o inverso (usar os livros da iBookstore no Kindle) não é possível.  Agora aqui vale um comentário : é possível baixar e converter livros de outras book stores para ler no Kindle ou no iPad e também é possível ler PDF nos dois; só que tomem cuidado com alguns DRM (bloqueios de direito autoral) em lojas como Livraria Cultura e Gato Sabido, por exemplo, pois apesar dos livros lá estarem em ePub, usam um DRM não compatível com o iPad e, depois que você compra é que descobre que só vai poder carregá-los se “quebrar o DRM’…
  • Navegação na internet : o iPad dá de 10.000.000 a 1 no Kindle. Apesar do Kindle ter um navegador, a  velocidade é do tempo da internet discada e a utilização de um ˜joystick” ao invés de um touch screen torna a tarefa quase impossível.
  • Capacidade : o Kindle tem espaço para cerca de 3500 livros, que se considerarmos o que vão ler enquanto durar seu gadget é muito mais que o suficiente. Só que se usarmos o iPad com menor capacidade só para carregar livros, caberia 5 vezes isso… De novo, ponto para o iPad;
  • Qualidade : mais um ponto para o iPad – tudo nele é melhor que o Kindle : design, material utilizado, fabricante (afinal Apple é Apple), etc.
  • Possibilidades : como falei no começo, o Kindle só serve para ler livros… o iPad serve para dezenas ou centenas de coisas : fotos, jogos, videos, Audio, utilitários, etc.
Bem… daria para colocar muitos outros pontos aqui, mas acho que 5 para cada lado está bom para já ajudar aqueles que querem se decidir por um ou outro equipamento.
Talvez os que acessam este Blog achem este post mais útil e os que acessam o BlogiPad devem me achar um louco por ainda entender que alguém prefere o Kindle ao iPad… Mas, lembre-se que se alguns de nós somos ligados e antenados em tecnologia (eu tenho 3 iPod, 3 iPhone, 1 MacBook, 1 NetBook, 1 Desktop, 1 iPad, 1 Kindle, etc…. ) outros são aversos a informática e querem somente algo que lhes facilite a vida em alguma atividade como, por exemplo, carregar e ler um livro….  Principalmente os mais idosos, os Bibliófilos e aqueles ligados em Literatura/Cultura, não tem assim tão definido que o melhor para eles é o iPad….


5 comentários:

  1. iPad pra mim é algo que ainda precisa ser lapidado: é estranho imaginar um ebook pesado ou um netbook sem teclado :P

    ResponderExcluir
  2. Eu sou da mesma opinião do Paul Krugman (nobel de economia)

    "whyPad?

    On a totally nonserious note, I’ve been reading all the stories about the iPad and sort of wishing I could find some reason to get one. But I can’t come up with a justification.

    Right now, I carry a dumb phone — GSM, so it works all over the world and in parts of New Jersey; a Lenovo X61 (with an aircard, so that New Jersey Transit is my mobile office); and a Kindle 2. I lug all of them almost everywhere, so I’m kind of a beast of burden.

    If the iPad were an adequate substitute for the notebook, it would let me lighten that load. But from what I’m seeing, it isn’t: I need lots of files available, number-crunching capacity, basically the ability to do whatever I would do sitting at my regular desk.

    So I’m still stuck with my backpack-sized briefcase."

    Fonte: http://krugman.blogs.nytimes.com/2010/01/28/whypad/

    ResponderExcluir
  3. Fora do tema: tive problemas com meu Kindle e a Amazon está me mandando um novo, se quiser ler no meu blog: http://www.mushi-san.com/geladeira/2010/07/o-resgate-do-ki.php e http://www.mushi-san.com/geladeira/2010/07/o-resgate-do-ki-1.php

    ResponderExcluir
  4. No início também achei que não teria motivos para comprar um iPad. Acabei comprando um recentemente e tive a grata surpresa de saber que existia um app Kindle.

    Dá pra comprar qualquer livro na Kindle Store, desde que você declare um endereço nos EUA. Se declarar endereço do Brasil, alguns títulos ficam indisponíveis.

    No iBooks vc precisa ter um endereço de cobrança do cartão de crédito nos EUA, não adianta só ser internacional. A única alternativa é declarar um endereço nos EUA. Eu escolhi um McDonald's em Miami :). Depois é preciso comprar "gift cards" da iTunes Store, cujos créditos em US$ servem para filmes, músicas e livros.

    Fora isso, para algumas atividades profissionais, (reuniões, acesso ao e-mail, notas, etc.) o iPad pode ser usado como substituto do laptop.

    abçs.
    Fábio

    ResponderExcluir
  5. Uma vantagem que não tem preço do Kindle é o acesso 3G gratuito e Global. Quem for usar o IPAD 3G no exterior pode ter uma amarga surpresa na conta telefônica. E outra muito boa é a autonomia do Kindle que pode chegar a 30 dias sem recarregar.

    ResponderExcluir